A importância de ter uma vida e um trabalho com mais propósito

Você sabe qual a fórmula que define o que faz uma pessoa feliz ou infeliz? Não? É uma formula simples, na verdade: FELICIDADE = REALIDADE – EXPECTATIVAS. Isso quer dizer que, quando a realidade da vida de alguém está melhor do que essa pessoa estava esperando, ela está feliz. Quando a realidade acaba sendo pior do que as expectativas, essa pessoa está infeliz. É ou não é assim?

O problema é que, de acordo com essa conta, a maioria das pessoas foram praticamente programadas para serem infelizes e insatisfeitas com a sua vida e o seu trabalho, mesmo que por motivos diferentes e mesmo que você ainda não tenha tomado a completa consciência disso. Eu vou te explicar por quê.

As pessoas que nasceram por volta das décadas de 1950 e 1960, por exemplo, eram obcecados com estabilidade econômica e foram criados para construir carreiras seguras e estáveis, e elas foram ensinadas que teriam que dedicar anos de trabalho duro e sacrifício para fazer isso acontecer.

O problema é que “estabilidade” e “segurança” não querem dizer, necessariamente, felicidade, e isso criou toda uma geração de pessoas que trabalham em empregos que não gostam, fazendo o que não amam, sem um propósito de vida que esteja alinhado com a sua profissão, apenas para pagar suas contas no fim do mês, achando que é normal viver dois dias e morrer os outros cinco.

Agora, se você nasceu entre o fim da década de 1970 e a metade da década de 1990, você precisa de muito mais da sua carreira do que somente um trabalho com prosperidade e estabilidade. Enquanto seus pais queriam viver o sonho da estabilidade, você quer viver seu próprio sonho. As pessoas dessa geração também querem prosperidade econômica, mas querem se sentir realizados em suas carreiras, uma coisa que seus pais não pensavam muito.

E isso coloca suas expectativas em uma curva ascendente, lá em cima, e é aí onde aquela conta do começo pode desandar, criando toda uma geração de pessoas que acreditam estar vivendo uma vida bem pior do que as expectativas que elas tinham para elas mesmas, mas que, ao mesmo tempo, estão perdidas e não sabem como se colocar em ação para mudar essa realidade.

A verdade é que…

… viver para ganhar dinheiro e ter estabilidade deixou de ser um sonho para muita gente, e muitos procuram a realização a nível pessoal, e isso poderá depender (ou não) do aspecto profissional. Ter uma vida e um trabalho com mais propósito é abandonar esse velho modelo de ter cinco dias extenuantes, de sacrifício, no qual você praticamente se arrasta para sair da cama e ir trabalhar, sempre à espera do fim de semana, que voa, e não dá tempo para fazer tudo o que você gosta e te faz feliz. E são anos e anos assim.

Pessoas que possuem uma vida e um trabalho com mais propósito, fazendo aquilo que amam e exercitando as suas paixões e habilidades, mantém níveis elevados de foco, energia, produtividade e outros pilares que vão ajudá-las a ter um estilo de vida que combine com elas, um trabalho que inspira outras pessoas e que gera prosperidade, com relacionamentos mais saudáveis, tempo livre para os filhos, se sentindo mais vivas e o que é mais importante, conseguindo deixar a sua marca no mundo.

Trabalhar para pagar as contas não é, e não deve ser, o seu propósito de vida. Mas se é isso que você responde quando alguém te pergunta o porquê de você acordar cedo, ir trabalhar e enfrentar todo stress do seu dia, então você está vivendo uma vida e um trabalho sem propósito real, e muito provavelmente por isso você se sente desmotivado, inseguro, sem rumo, sem paixão e sem saber qual direção seguir.

Mas, você não está sozinho nessa. Achar um propósito é mais difícil do que parece, e você faz parte de toda uma geração que está no mesmo barco, uma geração de pessoas que acaba simplesmente preferindo viver no piloto automático, o famoso “deixa a vida me levar…”. A importância, porém, de encontrar um propósito e alinharmos nossas ações a um tema, a uma missão e a um objetivo, para dar e fazer sentido, é o que vai nos dar energia e resiliência para enfrentar os momentos difíceis.

Ao definir um propósito claro de vida…

… você se torna uma pessoa mais feliz, confiante, e muito mais motivada, porque você sabe que está fazendo o que está fazendo para alcançar algo que você quer e projetou. Isso acontece porque você passa a acordar todos os dias com um objetivo.Você sabe o porquê você vai trabalhar, você sabe o porquê acordar mais cedo, você sabe o porquê se dedicar aos seus projetos, e você sabe onde exatamente todo seu esforço vai te levar.

E sabe aquela conta lá do começo do artigo, FELICIDADE = REALIDADE – EXPECTATIVAS? A partir do momento que você possui um propósito, você passa a viver uma vida muito mais coerente e feliz, na qual a sua realidade é um meio para alcançar um fim, no caso o seu propósito, e as suas expectativas estão perfeitamente alinhadas com as suas ações, com a sua missão e o seu objetivo, e você passa a tomar decisões que vão ao encontro do seu propósito de vida.

Deixe o seu comentário pra gente logo abaixo! Seu feedback é indispensável para que possamos ser úteis em nossos artigos.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *