post sobre autoconhecimento mulher em dúvida

Autoconhecimento e dinheiro: o que tem a ver?

Se você tem adiado demais um projeto pessoal, esse artigo é para você. Talvez a falta de coragem para realizá-lo, ou de foco, esteja em outra falta: a de autoconhecimento. Na maioria das vezes, as pessoas alegam: “eu quero fazer algo mas não tenho dinheiro”; “eu quero empreender, mas não o faço por falta de recursos financeiros”.

No fundo, a falta de dinheiro é uma consequência e não uma causa. É a falta de algo que te mova de verdade, que te faça entrar na pista de “alta velocidade da abundância”, algo que só vem com muito autoconhecimento.

Eu descobri no autoconhecimento o fim da era da escassez. Nunca mais repeti que “não tenho dinheiro” para isso ou aquilo. Percebi o quanto a minha palavra tem poder. O quanto eu precisava criar a realidade da abundância primeiro em minha mente para dar espaço para ela acontecer em minha vida. Hoje, me sinto em abundância e isso traz dinheiro e felicidade juntos. Autoconhecimento e contribuição juntos me proporcionaram esse novo caminho.

Tenho recebido algumas dezenas de e-mails de pessoas refletindo sobre carreira, vida, propósito e a vontade de empreender que tantos de nós carregamos ao longo da vida. Nada menos que 80% dos brasileiros estão insatisfeitos com seus empregos e querendo se libertar. Nada menos do que 61% dos brasileiros declaram que pretendem abrir um negócio nos próximos anos, em Pesquisa da Endeavor, realizada sobre o cenário atual de  empreendedorismo no Brasil.

E como se começa a realização de sonhos e projetos? Primeiro, nas reflexões, na mente. A nossa realidade somos nós quem criamos. E o autoconhecimento é o começo dessa jornada.

Portanto, dê uma chance para algumas reflexões em sua vida que vão te gerar PROSPERIDADE! Se você se reconecta com o que você tem de melhor e coloca seus talentos a serviço do mundo, você multiplica muito suas chances de ganhar a remuneração que merece. Isso é prosperidade: quanto mais você se conhece, mais você consegue ajudar e mais ganha dinheiro ao escalar o seu conhecimento e impacto no mundo.

O que é prosperidade para você? Gerar riqueza? Ter propósito? Ter qualidade de vida? Liberdade? Ser dono do seu tempo? Para mim certamente é tudo isso. E tudo bem se for diferente para você, pois prosperidade e sucesso é algo muito pessoal.

E se você tem adiado demais algum projeto pessoal, sonhos e desejos, está mais do que na hora de repensar. E nunca é tarde. Eu, como coach, tenho falado diariamente para clientes sobre a necessidade de mudar o mindset e pensar de forma próspera o tempo todo, vigiar o pensamento mesmo! E como você faz isso? Com autoconhecimento e mudança de modelo mental.

Quando você ativa na sua mente o software dos empreendedores prósperos, você faz algo chamado “modelagem do sucesso”. Só assim você conseguirá dizer “não” para o seu medo, dizer “não” para a sua auto sabotagem e começar a tirar do papel tudo aquilo que sonhou.

Modelar é “copiar” as características de sucesso do outro que você admira!

Se você ainda não está no nível que queria nos seus negócios, na sua vida profissional e pessoal, antes de se limitar nas crenças de que isso não é para você, de que você não é boa o bastante, simplesmente pare e se pergunte: “quem consegue o que eu quero?”. Se existem pessoas conseguindo, existe um caminho, um meio de chegar lá. E você pode aprender a trilhá-lo, mesmo com todas as pedras do caminho. Você pode copiar um comportamento de sucesso antes de dizer “não é para mim”.

Você começar a seguir o passo das pessoas que estão chegando lá. Ouvindo os seus conselhos, conhecendo suas histórias, seus bastidores, erros e acertos. O que estou dizendo é: copie o comportamento e atitudes de quem chegou lá! Copie e coloque um elemento diferente, a sua autenticidade. E pronto! Siga com consistência nesse caminho e o resto é só ter um pouco de paciência e trabalhar.

Existe um livro, cujo título ensina: Roube como um artista! Não há mal nenhum em você modelar e criar o seu próprio legado, se inspirando em outras pessoas. E novamente: o que o autoconhecimento tem a ver com fazer dinheiro? Somente o autoconhecimento vai fazer você domar os seus medos e dominar a sua mente.

E agora, o que te impede de começar a pensar assim?! Inicie as buscas…

propósito na vida pessoal e profissional

A importância de ter uma vida e um trabalho com mais propósito

Você sabe qual a fórmula que define o que faz uma pessoa feliz ou infeliz? Não? É uma formula simples, na verdade: FELICIDADE = REALIDADE – EXPECTATIVAS. Isso quer dizer que, quando a realidade da vida de alguém está melhor do que essa pessoa estava esperando, ela está feliz. Quando a realidade acaba sendo pior do que as expectativas, essa pessoa está infeliz. É ou não é assim?

O problema é que, de acordo com essa conta, a maioria das pessoas foram praticamente programadas para serem infelizes e insatisfeitas com a sua vida e o seu trabalho. Mesmo que por motivos diferentes e mesmo que você ainda não tenha tomado a completa consciência disso. Eu vou te explicar por quê.

As pessoas que nasceram por volta das décadas de 1950 e 1960, por exemplo, eram obcecados com estabilidade econômica. E foram criados para construir carreiras seguras e estáveis. E elas foram ensinadas que teriam que dedicar anos de trabalho duro e sacrifício para fazer isso acontecer.

O problema é que “estabilidade” e “segurança” não querem dizer, necessariamente, felicidade. E isso criou toda uma geração de pessoas que trabalham em empregos que não gostam, fazendo o que não amam. Sem um propósito de vida que esteja alinhado com a sua profissão. Apenas para pagar suas contas no fim do mês, achando que é normal viver dois dias e morrer os outros cinco.

Agora, se você nasceu entre o fim da década de 1970 e a metade da década de 1990, você precisa de muito mais da sua carreira do que somente um trabalho com prosperidade e estabilidade. Enquanto seus pais queriam viver o sonho da estabilidade, você quer viver seu próprio sonho. As pessoas dessa geração também querem prosperidade econômica, mas querem se sentir realizados em suas carreiras, uma coisa que seus pais não pensavam muito.

E isso coloca suas expectativas em uma curva ascendente, lá em cima, e é aí onde aquela conta do começo pode desandar, criando toda uma geração de pessoas que acreditam estar vivendo uma vida bem pior do que as expectativas que elas tinham para elas mesmas, mas que, ao mesmo tempo, estão perdidas e não sabem como se colocar em ação para mudar essa realidade.

A verdade é que…

… viver para ganhar dinheiro e ter estabilidade deixou de ser um sonho para muita gente. E muitos procuram a realização a nível pessoal, e isso poderá depender (ou não) do aspecto profissional. Ter uma vida e um trabalho com mais propósito é abandonar esse velho modelo de ter cinco dias extenuantes, de sacrifício. No qual você praticamente se arrasta para sair da cama e ir trabalhar, sempre à espera do fim de semana, que voa. E claro, não dá tempo para fazer tudo o que você gosta e te faz feliz. E são anos e anos assim.

Pessoas que possuem uma vida e um trabalho com mais propósito, fazendo aquilo que amam e exercitando as suas paixões e habilidades, mantém níveis elevados de foco. Também de energia, produtividade e outros pilares que vão ajudá-las a ter um estilo de vida que combine com elas. Um trabalho que inspira outras pessoas e que gera prosperidade, com relacionamentos mais saudáveis, tempo livre para os filhos. E se sentindo mais vivas, e também o mais importante, conseguindo deixar a sua marca no mundo.

Trabalhar para pagar as contas não é, e não deve ser, o seu propósito de vida.

Mas se é isso que você responde quando alguém te pergunta o porquê de você acordar cedo, ir trabalhar e enfrentar todo stress do seu dia. Então, você está vivendo uma vida e um trabalho sem propósito real, e muito provavelmente você se sente desmotivado. Além de estar inseguro, sem rumo, sem paixão e sem saber qual direção seguir.

Mas, você não está sozinho nessa. Achar um propósito é mais difícil do que parece, e você faz parte de toda uma geração que está no mesmo barco. Uma geração de pessoas que acaba simplesmente preferindo viver no piloto automático, o famoso “deixa a vida me levar…”. A importância, porém, de encontrar um propósito e alinharmos nossas ações a um tema, a uma missão e a um objetivo, para dar e fazer sentido, é o que vai nos dar energia e resiliência para enfrentar os momentos difíceis.

Ao definir um propósito claro de vida…

… você se torna uma pessoa mais feliz, confiante, e muito mais motivada. Porque você sabe que está fazendo o que está fazendo para alcançar algo que você quer e projetou. Isso acontece porque você passa a acordar todos os dias com um objetivo. Você sabe o porquê você vai trabalhar, você sabe o porquê acordar mais cedo, você sabe o porquê se dedicar aos seus projetos. E você sabe onde exatamente todo seu esforço vai te levar.

E sabe aquela conta lá do começo do artigo, FELICIDADE = REALIDADE – EXPECTATIVAS? A partir do momento que você possui um propósito, você passa a viver uma vida muito mais coerente e feliz. Na qual a sua realidade é um meio para alcançar um fim, no caso o seu propósito. E as suas expectativas estão perfeitamente alinhadas com as suas ações, com a sua missão e o seu objetivo. E você passa a tomar decisões que vão ao encontro do seu propósito de vida.

Deixe o seu comentário pra gente logo abaixo! Seu feedback é indispensável para que possamos ser úteis em nossos artigos.

FRASE GRATIDÃO NA VIDA

Deixe que uma interminável lista de gratidão invada a sua vida

Começo esse artigo com a sensação de que algo grande e importante está para acontecer. De repente uma enorme onda de gratidão me invadiu o peito e despertei de um sono leve. Enquanto colocava minhas pequenas para dormir. Tínhamos acabado de fazer o exercício da gratidão.

Me dei conta que estava chovendo e o barulhinho da chuva, junto com o barulhinho do mar, quebrando o silêncio da casa adormecida. Começaram a me fazer refletir sobre o que tem sido os meus dias depois de realmente ter incorporado este novo hábito: escolher 3 coisas do seu dia pelas quais você é grato.

Desde que iniciei a desafiadora jornada de recomeçar do zero na vida profissional, empreendendo nos meus engavetados sonhos para reconquistar minha liberdade, tenho a sensação de que vivo meu melhor momento. Enquanto tantos lamentam a perda da juventude, eu aprecio cada ruguinha de experiência, cada fiozinho branco que se insinua, com uma enorme GRATIDÃO.

E essa palavrinha mágica entrou na minha vida como uma estranha que parece mais uma amiga de infância.  Daquelas que você sente saudade se passar um dia sem contato.

Quando a gratidão se torna um hábito diário, a sua vida se transforma em algo inexplicavelmente melhor.

Aqui em casa um novo e abençoado ritual se repete todas as noites ao lado de duas crianças, Clara e Luiza. Onde nós três juntas declaramos umas às outras as 3 coisas pelas quais somos gratas naquele dia. Isso quando a Lulu não quer esticar até a décima gratidão resistindo ao sono, como sempre.

Fato é que, quando por algum motivo esse momento não acontece, ele faz falta. E só posso me sentir ainda mais grata por isso. De ver como essa ferramenta me propiciou mais um momento de proximidade e confiança com as meninas.

Nesse mês em especial tivemos o Dia das Mães, e nesse dia a lista foi se tornando interminável. Na medida em que a cabeça não parava e acabou espantando o sono. A começar pela dádiva de ter por perto a minha própria mãe testemunhando a minha vida como mãe. Uma experiência que eu hei de viver com as minhas filhas também. Amém!

Os pensamentos iam puxando a memória e a minha lista assim começou ao escrever esse texto que talvez vire um artigo:

Gratidão por poder ouvir um barulhinho do mar do décimo segundo andar. Eu nunca tinha parado para raciocinar o quanto isso é raro. Uma casa ventilada mesmo quando faz calor. E um canto para chamar de meu com uma energia tão boa que a gente sente no ar quando se permite silenciar.

E a lista continuou: olho para as duas meninas saudáveis, talentosas e tão amadas e me sinto grata pela dádiva de tê-las concebido. Lembro então que meu marido está viajando e estou grata por ele estar aonde está agora. Ele não só merecia espairecer como eu encontrei um momento especial para estar aqui. Escrevendo sozinha na casa que dorme sobre a gratidão pela família que tenho.

Gratidão, muita gratidão por ter uma base familiar tão forte, meu pai e irmãos tão queridos e unidos. Um reflexo direto de uma figura materna tão presente em todos os momentos da nossa vida.

Mãe: muita gratidão pela sua existência. Eu não estaria vivendo tamanha realização pessoal e profissional hoje se não fosse todo o seu apoio incondicional quando tanto precisei.

Percebi que o sentimento estava ficando mais forte e até engraçado: agradeci a tapioca do café do dia seguinte, que a querida Néia haveria de preparar. E da tapioca passei para a própria existência da Néia que tanto me ajuda. E agradeci de novo, pois não se encontram mais tantas Néias por aí. As meninas amam a Néia e só por isso ela vale toda a minha gratidão.

No dia seguinte acordaria às seis da manhã para colocar as meninas prontas para a escola. Não é nada fácil para mim acordar a essa hora, nunca foi. Mas só pelo fato de que às oito não terei que colocar uma roupa bonita e um belo salto, já consegui ficar tão grata que pensar em acordar com as galinhas ficou fácil.

Tudo é tão relativo quando mudamos o ângulo…

Senti gratidão pelos vizinhos que tenho, pela convivência, colaboração e amizade que tem tornado a nossa vida tão mais prazerosa. Não tenho dúvidas de que a gente atrai as pessoas com a mesma vibe. E isso me faz rapidamente lembrar e agradecer pelos vizinhos queridos que deixei pra trás no Rio antes de me mudar. Dupla sorte na vizinhança, isso deve significar algo mais que precisarei pesquisar. Ôooo vibe!

Aí fui ficando ainda mais grata por todos os ex chefes, ex empregos, ex colegas, ex conflitos, ex amores, ex viagens. Fui lembrando do quanto todas essas “experiências” foram necessárias e perfeitas para me trazer aonde estou hoje.

E onde me sinto hoje? No momento presente, no agora, que é tão difícil (e esse artigo virou uma auto investigação de repente).

Como defino esse momento? Aquele onde parece que entrei no fluxo natural das coisas, finalmente, sem precisar forçar nada. Apenas pedindo que o universo me permita viver tudo aquilo que tenho visualizado de bom.

A gratidão pelo que ainda não aconteceu chega a ser estranha, mas ela está cada vez mais presente.

Uma vez que você entende quem você é, o que ama e para onde vai. Você começa a viver na mente e nas emoções. Tudo aquilo que é sucesso para você.

E para criar uma nova realidade de sucesso, para materializar um desejo, comece a agradecê-lo antes que ele exista. Para que o seu cérebro experimente nitidamente a sensação de quando você chegar lá. A gratidão é a ferramenta perfeita para conquistar aquilo que é sucesso para você. Quanto mais gratos, mais próximos estaremos dos nossos sonhos.

É tão óbvio e tão difícil perceber como a vida pode dar uma guinada se você abraçar a gratidão. E isso me lembra de agradecer em especial a uma mentora, Paula Abreu, que me abriu os olhos para isso. Eu não praticava, eu não entendia que a gratidão era uma ferramenta de espiritualidade. E ao mesmo tempo de prosperidade tão poderosa a ponto de mudar o destino de uma pessoa.

Lembro de um dia em que eu conquistei algo que queria muito. E logo mandei uma foto pelo whats app para o grupo de mastermind do qual participo, e de lá veio a pergunta. Qual a sensação que você está sentindo agora?

Eu não tive outra palavra pra responder: Gratidão.

A Paula replicou: localiza essa sensação em seu corpo, observe como ela está se manifestando e coloque o seu foco lá nesse lugar. Pois assim você vai atrair mais dela para a sua vida. Bingo! Foi isso mesmo.

E todos os dias ela aumenta a ponto de eu estar aqui falando dela, e de como esse hábito tem melhorado a minha vida, a educação que dou para as minhas filhas, e a minha relação com o meu trabalho, com as pessoas em geral.

Se você deseja mudar o seu jogo na vida, experimente a GRATIDÃO de forma intencional.

Não precisa acreditar, apenas faça. Ela vai se encarregar de te provar todo o resto.

Mas se você é daqueles que precisa ver para crer. Aproveite, pois não faltam estudos que mostram o efeito da gratidão no seu índice de felicidade. Uma boa dica é assistir ao documentário Happy no Netflix. Ele vai subsidiar sua decisão de se colocar em contato com o poder da gratidão imediatamente.

A você, minha gratidão por ter chegado até aqui. O que me permitiu espalhar um pouco mais de gratidão sobre o mundo. Nesse momento a sua resistência vai se manifestar, achar tudo isso meio piegas demais, um pouco repetitivo e exagerado demais. E tudo bem!

Há pouco tempo isso pareceria para mim também, mas eu resolvi experimentar e tudo mudou. Se você realmente deseja atrair algo grande e importante para a sua vida. Deixe que o exercício da gratidão te ajude a chegar lá.

 

desvendando os segredos da mente milionária

Desvendando os segredos da mente milionária: Dicas Valiosas para entender a mentalidade próspera

Se você ainda não conhece o livro “Os Segredos da Mente Milionária”, do grande T. Harv Eker, adie tudo o que tiver que fazer – após ler esse artigo – e dê uma busca no Google ou vá correndo à primeira livraria garantir a sua cópia. O título é um dos livros mais clássicos e transformadores sobre o nosso modelo mental de dinheiro, que é a única coisa que verdadeiramente nos coloca no caminho de prosperidade.

Até existe o raríssimo caminho da sorte, mas caso não saiba, ele não é sustentável (e por favor não vá ficar esperando!). As estatísticas de quem ganha na loteria mostram o alarmante número de que cerca de 80% das pessoas perdem tudo e voltam à sua vida de escassez. Simplesmente por não terem a mentalidade que necessitam para se sustentarem em uma vida “rica e abundante”. Portanto, nada de ficar aguardando o seu golpe de sorte, comece agora a mudar a sua mentalidade.

O grande diferencial de Os Segredos da Mente Milionária está na maneira como o autor aborda a questão. Desvendando nossas crenças limitantes e provocando insights poderosos a respeito de nós mesmos e da forma como lidamos com o dinheiro em nossa vida. Para quem age pelo preconceito, achando que é mais um “livrinho de auto ajuda”. Eu diria que esse é da categoria ALTA ajuda, portanto abra a sua mente e continue lendo.

Você vai descobrir que as crenças que são instaladas em nossa mente ao longo da vida são, na verdade, as maiores responsáveis pelo destino da nossa vida financeira.

Logo no início do livro Harv revela qual foi o momento crucial para sua virada financeira. No qual um amigo rico de seu pai que estava em sua casa lhe disse. “Se as coisas ainda não estão dando certo Harv, é somente porque você ainda não descobriu como pensam os ricos”. Nesse dia ficou claro que não se tratava de uma questão de potencial ou limitação individual. Já que o universo é tão abundante, e sim de uma reconstrução de mentalidade, da escassez para a abundância. E a partir daí ele passou a investigar profundamente como pensam as pessoas ricas e colocou em prática essa mudança. Em pouco tempo sua vida empresarial e financeira começou a decolar!

São muitas e muitas dicas, por isso recomendo a leitura integral do livro. Mas para dar um gostinho, vejam alguns ensinamentos valiosos se quiser começar a mudar os seus resultados financeiros.

1. Seus rendimentos crescem na mesma medida em que você cresce:

Um dos primeiros ensinamentos que podemos tirar de Os Segredos da Mente Milionária é que “o seu caráter, o seu pensamento e as suas crenças são os fatores que determinam o seu grau de sucesso”.  Se você quiser alcançar o sucesso, é necessário, primeiramente, estar disposto a ser bem sucedido, e a acreditar que você pode chegar lá.

A maneira como você pensa determina as suas atitudes e as suas atitudes determinam os seus resultados. Portanto, primeiro passo: ACREDITAR em você, e que o sucesso começa na busca do seu desenvolvimento pessoal. E esse movimento de desenvolvimento pessoal é algo viciante. Algo que não paramos mais quando conseguimos sair da inércia e dar os primeiros passos. Você começa a crescer internamente, amplia sua visão para oportunidades e reconfigura a sua mente negativa. A partir daí a sua conta bancária cresce na mesma medida.

2. Esqueça tudo o que você aprendeu sobre dinheiro até aqui:

Você, provavelmente, já ouviu ditos populares do tipo “se é rico, é ladrão”, “prefiro ser feliz do que ter dinheiro”, “é preciso trabalhar de sol a sol para ter dinheiro”, dentre tantos outros. Essas informações negativas sobre dinheiro acabam criando as nossas crenças, que desencadeiam nossos pensamentos, que por sua vez guiam nossas ações e determinam nossos resultados financeiros na vida. É o que chamamos de programação mental, ou condicionamento.

Ou seja, para conseguir prosperar, você precisa adotar uma nova programação mental. Voltada para a prosperidade, riqueza e abundância. A partir da consciência de que tudo não passa de um condicionamento mental, você é capaz de jogar fora essas crenças absurdas. E substituí-las por crenças fortalecedoras que façam muito mais sentido com os seus objetivos. Que tal começar a declarar para si próprio e para o mundo: “porque ser feliz ou ter dinheiro se posso buscar os dois”? Essa é uma crença mais que limitadora, considero destrutiva! Comece a se achar merecedor e torne-se um bom recebedor. SIM! Você pode ter os dois.

3. Tenha objetivos bem definidos e se comprometa a alcançá-los:  

Em Os Segredos da Mente Milionária, o autor afirma que o principal motivo que impede a maioria das pessoas de conseguirem o que querem é não saber o que querem. Portanto, se você quiser ter sucesso em qualquer área da sua vida, inclusive na área financeira, é extremamente importante que você defina claramente seus objetivos. Lembre-se da famosa frase do filme Alice no país das maravilhas: se você não sabe o que quer, qualquer direção serve.

A grande vantagem de ter objetivos bem definidos é que isso lhe trará diariamente uma motivação muito maior e a disciplina necessária para manter o seu foco. Não se pode ter foco ou disciplina sobre algo que não se conhece. Portanto, invista em ter metas claras e por escrito. Aquilo que você foca se expande e somente dessa forma você estará se comprometendo com o que deseja. Bem como colocando seu cérebro para te ajudar e não para te sabotar.

4. Uma última dica que se relaciona mais diretamente com o meu trabalho hoje como coach, em meu Programa online Empreenda-se. É sobre uma crença que muito priva as pessoas de terem felicidade em sua vida. A de que “não é possível ganhar dinheiro fazendo aquilo que ama”.

Esse é mais um padrão limitante que ouvimos dos pais e de pessoas à nossa volta. Que por sua vez pensam estarem nos protegendo ao desestimular o caminho do amor pelo que fazemos. Literalmente nos desviamos para o caminho do medo, das escolhas profissionais teoricamente mais “seguras”. Pelo simples medo de fracassar, de não conseguir remunerar a nossa verdadeira paixão.

E aqui começa um ciclo de sofrimento ao ter que realizar todos os dias um trabalho que não nos realiza. E muitas vezes nos escraviza. Tudo isso causado por uma única crença limitante instalada na infância e adolescência. De que não teremos sucesso vivendo da nossa paixão.

PAIS: cuidado com as crenças que estão instalando em seus filhos! Elas podem prejudicar a sua prosperidade e você não vai querer isso!

Para começar a derrubar esse mito, basta olhar em volta e buscar as pessoas que conseguem unir ambos. Paixão pelo que fazem e prosperidade. Ao contrário do que colocaram na nossa cabeça, gostar do que faz é inclusive um pré requisito importante para alcançar o sucesso material e profissional. O principal benefício de encontrar um trabalho com mais propósito é justamente nos tornar mais fortes para os obstáculos. Pois eles virão a todo instante e precisaremos de alta resiliência. A jornada da realização é longa, diária, mas não precisa ser um fardo.

Uma coisa é certa: esse padrão de pensamentos limitantes sobre dinheiro irá lhe afastar cada vez mais de uma vida próspera que poucos conseguem alcançar. Mas que está abundante no universo para todos que conseguirem enxergar. É importante iniciar o processo de mudança no modelo mental e esse livro é um ótimo começo.

Se você gostou dessas primeiras dicas e deseja realmente mudar a sua mentalidade financeira. Saiba que o autor do livro, Harv Eker realiza ao redor do mundo o Seminário Intensivo da Mente Milionária. A cada ano, ele escolhe um país diferente para realizar esse evento. E, nesse ano, de forma inédita e que não irá se repetir, ele estará no Brasil nos dias 3, 14 e 15 de novembro no Rio de Janeiro onde também estarei!

Esse é um livro que recomendo sempre para os meus coaches e não poderia deixar de recomendar igualmente este evento ao vivo (eu já garanti a minha vaga e de amigos queridos!). Se quiser saber mais, tá em cima da hora mas talvez ainda dê tempo. Conheça aqui: http://mktminds.co/mentemilionaria.

De qualquer forma garanta o seu livro! Ou melhor, garanta a leitura do livro. Só comprar não vai adiantar. Depois peço que me escreva dizendo o que mudou nas suas atitudes e o que está colhendo com isso.

leve sua vida para outro nível talento você tem

Talento: Pare de superestimá-lo e leve sua vida para outro nível

A primeira coisa que quero despertar a sua consciência nesse artigo é para o fato de que TODOS nós acabamos superestimando a importância do talento para o nosso desempenho na vida pessoal e profissional.

Por outro lado, subestimamos a nossa capacidade de aprender novas habilidades.

Isso faz com que a grande maioria acredite que não nasceu para algo ou que não é capaz de aprender. Este é mais um entre tantos reflexos da nossa mente condicionada, sempre querendo nos manter na zona de conforto. Aquele lugar bem conhecido no qual realizamos atividades com uma menor sensação de esforço.

Ou seja: é mais “cômodo” nos dedicarmos a realizar tarefas para as quais acreditamos que somos mais “talentosos”. Nossa mente dá um jeito de nos manter confortáveis com essa ideia. Já que essa é uma reação que teoricamente não provoca “dor”, a dor inerente a todo processo de aprendizado.  

Quantas vezes você já deve ter olhado com admiração para alguém que tem um dom específico. Ou que atua em alguma atividade que você teria muito interesse. E, imediatamente, você repete para si próprio a historinha de que aquilo não é pra você por falta de “talento”. Mais uma vez, esses mitos fazem parte do nosso sistema de crenças. Que cismam em cumprem um papel de limitar o nosso potencial na vida.

Esse tema torna-se ainda mais relevante e libertador em um mundo no qual tantas oportunidades se apresentam. Especialmente com o crescimento acelerado do empreendedorismo e com a internet nos abrindo tantas possibilidades, de conhecer e experimentar mais.

Infelizmente, sofremos um grande impacto da educação escolar e familiar voltadas para a cultura do emprego e não do empreendedorismo. E isso nos priva, não apenas de exercitar os nossos talentos naturais. Como de descobrir novos caminhos através do desenvolvimento de habilidades.

Vamos agora conversar sobre alguns elementos chave para desconstruir essa frustração. Abrindo a sua mente para novas possibilidades de experimentar e desempenhar aquilo que te faz feliz.

Vamos a eles:

  • A nova ciência tem se dedicado ao estudo do nosso cérebro de forma muito intensiva nos últimos anos. E isso levou, naturalmente, a investigações mais específicas sobre a questão dos talentos e habilidades. Esses estudos tem como ponto central a mielina. É uma espécie de isolante que cobre células do cérebro. E é responsável por conduzir, de forma mais rápida, os impulsos nervosos e impedir que eles se dispersem.
  • Nos últimos 100 anos os cientistas acreditaram que essa substância, por ser isolante, seria um elemento inerte. Ou seja, não reagente a nada. No entanto, as novas conclusões mostram que ela é capaz de reagir. Além de ganhar potencial a partir de impulsos elétricos que vem da prática. E é aqui que entra a certeza de que é possível adquirir novas habilidades, em praticamente qualquer coisa. Através da repetição e prática, em vez de contar apenas com o seu talento.
  • O escritor americano, Eric Hoffer, disse uma vez:

    “Dizem que o talento cria suas próprias oportunidades. Mas, às vezes, parece que a vontade intensa cria não apenas suas próprias oportunidades, mas seus próprios talentos”.

  • Adquirir novas habilidades dentro daquilo que você deseja ganha, então, uma nova perspectiva, aquela em que você entende o poder de aprender praticando, independente dos talentos que você considera natos.

Ainda segundo os estudos, o aumento do potencial é proporcional ao número de horas de treinamento. A observação mostrou que, toda vez que uma repetição é executada, ou seja, a prática. Mais uma camada de mielina é acrescentada sobre essas células nervosas. A condução dos impulsos vai ficando cada vez mais rápida e a habilidade vai se formando. Ou seja, a repetição e prática juntos são os pais da habilidade.

Cabe a nós agirmos com consistência sobre um determinado desafio. Colocando-o em prática sempre, e ficando cada vez melhores nele.

Aproveito para fazer um gancho com uma dica muito difundida nos dias de hoje. Aproxime-se de mentores e pessoas que você admira e que possuem as habilidades que você precisa. Observe-as com detalhes e pratique o que elas fazem. O bom mentor é aquele que te coloca em constante contato com novos desafios, no limite da sua capacidade atual. Afinal, já tem a sua mente tentando te fazer criar raízes na zona de conforto. Você não precisa de um mentor te estimulando a fazer o mesmo. Portanto, dispense mentores que não estimulam os desafios e não te convocam para um próximo nível de habilidades.

Esse processo de reforço das camadas de mielina é muito presente nos atletas de alta performance. Por exemplo, o que acaba diferenciando-os da grande maioria. O treinamento intensivo proporciona a eles uma espécie de “superfibra”, que conduz impulsos nervosos cada vez mais rápidos e precisos. Ou seja, altamente mielinizados.

Algo interessante de se saber é que a mielina é produzida em ondas durante a infância. E cria os nossos picos de aprendizado. Aos 50 anos chegaremos no auge da concentração de mielina em nosso sistema nervoso. Porém, ainda com muita capacidade de aumentá-la do ao longo dos anos que se seguem. Já ouviu aquele ditado popular “cachorro velho não aprende truque novo”? No nosso caso, felizmente, ele não passa de crendice, como comprova esse estudo.

Que demonstra que somos capazes de aprender novas habilidades em qualquer idade e fase da vida.

Isso me faz lembrar a minha querida mãe, que sempre sonhou com a dança. Mas por inúmeros motivos ao longo da vida não conseguiu praticar. Eis que em sua festa de 60 anos, no ano passado, surpreendeu a todos com uma apresentação de dança ao lado de um instrutor que contratou. Apenas para treiná-la para este dia. Era possível ver os queixos caídos de surpresa com a sua atitude. Foi uma emoção só ver a minha mãe acreditando no seu potencial. Além de jogar fora, pra bem longe qualquer crença limitante que pudesse impedi-la de viver aquele momento.

Um outro elemento interessante do estudo é que, uma vez que a mielina envolve as fibras, não tem como ser removida. Isso quer dizer que você estará gerando para sua vida novos hábitos cada vez mais difíceis de serem removidos. Talvez você já tenha escutado por aí que somos “criaturas de hábitos”, e isso se deve exatamente a esse processo de alto revestimento das fibras com a mielina. É isso que transforma um hábito em algo mais isolado e mais difícil de ser interrompido.

Por isso, qualquer processo de mudança, passa necessariamente pela nossa capacidade de acrescentarmos hábitos novos que possam substituir os antigos. No sentido de ganhar o seu espaço, já que eliminar hábitos antigo é algo tão difícil, dizem os cientistas. Então se você quiser um hábito novo, sinto muito, você vai ter que praticar para tê-lo! Intitular uma nova rotina para que ela se torne um hábito. Uma fibra espessa da categoria “eu posso, eu consigo, eu mereço”.

As conclusões envolvendo a mielina valem para quaisquer áreas da vida. Como esportes, música, tecnologia, artes, trabalho, leitura e sempre será possível desenvolver uma nova habilidade. Ainda que você não tenha experimentado um talento natural.

Talentos são importantes e bem vindo e todos nós somos dotados de alguns. Mas pare e pense: se a ideia de talento está servindo para te limitar, esqueça e vá buscar o que deseja. Como? Somente através da prática e repetição, multiplicando as suas camadas de mielina sobre as células nervosas.

Agora, me diga: não é estimulante pensar que, a qualquer momento da vida, podemos fazer novas escolhas? Entendendo mais cientificamente o quanto a motivação, repetição e prática podem nos levar no nível que nos propomos a realizar? E, consequentemente, estaremos constantemente mudando de nível de realização e sucesso naquilo que desejamos para a nossa vida.

Para finalizar, eu quero que você olhe à sua volta: como você pode transformar oportunidades de qualquer natureza, de hobbies a negócios, em novas habilidades, ou melhor: vamos chamar de novos talentos adquiridos. Acredito que a palavra de ordem seja “ação”. Quebre qualquer inércia que ainda persista e entre em ação pelos seus sonhos. O seu potencial expande na medida em que você expande o seu poder de agir.

Como nunca é tarde para começar algo novo, eu te convido a conhecer as histórias e conhecimentos que eu compartilhei no meu livro MUDAR, REINVENTAR e EMPREENDER. Você, certamente, vai se sentir mais preparado e apto para dar novos passos após essa leitura.

METODO CANVAS COMO USAR PREENCHER

Método CANVAS? Como usar essa ferramenta

Estruturar e manter um negócio pode parecer uma tarefa complicada. Porém, existe uma ferramenta que serve exatamente para te ajudar a visualizar todos os aspectos mais importantes para a sua empresa: o Business Model Canvas ou “Quadro de modelo de negócios”. Com o Método CANVAS, é possível fazer o gerenciamento estratégico, desenvolver e esboçar modelos de negócio novos ou que já estão em andamento.

O Canvas é um mapa dos principais itens que constituem uma empresa, e abrange nove campos dentro de quatro áreas: clientes, oferta, infraestrutura e finanças. É muito simples entender a organização dessa ferramenta: “clientes” se refere ao público alvo da empresa; “oferta” diz respeito ao serviço ou produto que se oferece e à sua proposta de valor no mercado (qual o benefício? que problemas ele resolve? que transofrmação ele proporciona na vida do cliente?); “infraestrutura” são os recursos necessário para levar a sua oferta ao mercado e que vão ter uma influência direta na proposta de valor ao cliente; e “finanças” fala dos custos e receitas da empresa.

Um ponto facilitador é a organização visual do Canvas. É necessário apenas que se faça o download do arquivo, acessando o site do Bussiness Model Generation.  Para fazer o download, é só acessar o link http://www.businessmodelgeneration.com/.

Temos ainda o link abaixo para download do modelo em português.

Tela-de-modelo-de-negócios canvas-v2.0

Depois de baixar o modelo, é interessante imprimi-lo em papel A3 para iniciar análise visual de todo o negócio. Com o mapa impresso, você pode utilizar post-its coloridos para preencher os campos. Isso vai te ajudar a fazer uma análise mais clara da sua empresa e do seu modelo de negócio. Essa estratégia facilita ainda realizar alterações venham a ser necessárias.

O próximo passo é fazer algumas perguntas que servirão de análise: quais são os parceiros fundamentais? Como os clientes gostariam de pagar? Pelo que os clientes estão dispostos a pagar? Quais as características do segmento de mercado? Quais os custos mais importantes? Como seu negócio vai gerar receitas? Depois de feitas essas perguntas, é preciso decidir quais as ideias que serão trabalhadas e quais serão deixadas para depois ou até mesmo descartadas.

Utilizar o Canvas é uma forma de destacar e diferenciar o seu negócio do resto das empresas no mercado. Através dele, fica mais simples analisar o modelo de negócio adotado pela empresa, traçar metas e também realizar mudanças de estratégias para se chegar a determinado objetivo.

Existem ainda vários vídeos no You Tube de pessoas mostrando exercícios com o CANVAS o que vai ajudá-lo a começar o seu. Exercite!

 

Deixe o seu comentário pra gente logo abaixo! Seu feedback é indispensável para que possamos ser úteis em nossos artigos.