DESESPERADO PARA PEDIR DEMISSAO

Desesperado para pedir demissão? Não faça sem ouvir essas dicas

Quem me conhece, sabe que vivenciei duas transições em minha carreira profissional. Por isso, acredito que muitas pessoas me procuram para perguntar sobre o assunto. Logo, se você está desesperado para pedir demissão, este texto é para você.

Mas antes, gostaria de explicar que pretendo fazer isso com todo cuidado, pois é um assunto delicado e não quero ser a responsável pela demissão de ninguém. Então sugiro que utilize este texto como uma ferramenta de reflexão.

Vamos às considerações:

Considere todos os riscos

É importante tomar todos os cuidados, porque, mesmo se precavendo no momento de pedir demissão, não existe segurança total em nenhuma decisão. O que você pode fazer são alguns exercícios que proporcionam a otimização do desempenho profissional e aumentam a segurança.

Fazer um bom planejamento, por exemplo, minimiza os riscos. Estimular a autoconfiança gera persistência para seguir em frente. Ao obter mais clareza sobre seus anseios, você sabe o que quer e como tomar decisões mais facilmente. Além disso, você pode aumentar o seu foco, o que traz mais resultados em sua disciplina diária.

Tudo isso minimiza os riscos. Mas, independentemente da adoção dessas práticas, saiba que toda decisão traz consigo algum risco.

Confira algumas dicas mais gerais

Este assunto é muito delicado e, por conta disso, é necessário entender que há fatores particulares.

Pense na sua relação com a empresa em que trabalha, bem como o relacionamento que você tem com o seu chefe. E procure levar em consideração os seus planos para o futuro. Finalizando essas reflexões, restam dicas específicas:

1 – Desesperado para pedir demissão? Organize-se financeiramente

Quando o assunto é demissão, é necessário que ela seja pensada da forma mais segura possível, com escolhas conscientes. E para que isso aconteça, você precisa se organizar financeiramenteE, por mais que isso pareça algo óbvio, muita gente se complica porque não leva o fator financeiro em consideração.

Isso pode trazer várias complicações. Em alguns casos, o desespero bate e a pessoa deixa de pensar de forma clara. Por conta disso, os planos que teriam boas condições de se tornarem realidade, são deixados de lado com a desestabilização emocional.

E um fator importante a ser considerado no seu planejamento financeiro é a mudança do estilo de vida. É sempre possível cortar gastos e com a apresentação de novos planos, pode ser que você precise fazer algumas mudanças.

1.1 – Tenha um propósito

E fique tranquilo, cortar gastos vai ser mais fácil que você imagina. Se o seu propósito for muito forte e se você está desesperado para pedir demissão, talvez não será muito complicado.

Quando a mudança de padrão de vida é motivada por um desejo muito forte, ela acontece com mais tranquilidade.

Se antigamente nossos pais queriam muito que a gente passasse no vestibular e que procurássemos carreiras consideradas mais estáveis, hoje o mundo mudou. Mas tudo graças a busca da realização do propósito.

Mas para que ele se realize, é fundamental que a gente passe a repensar a nossa vida financeira. Ela precisa estar completamente organizada quando você pedir demissão.

1.2 – Deixe uma reserva financeira

A reserva financeira é algo importante porque é com ela que você vai financiar seu sonho.

Logo, é importante que você deixe dinheiro em caixa para os primeiros 6 meses – no mínimo – em que você estará implementando seu projeto.

E é necessário que com esse recurso você consiga manter, ao menos, os seus custos fixos.

Caso contrário, existe um bom risco de o dinheiro acabar e de você voltar ao mercado de trabalho.

2 – Antes de iniciar sua jornada, pesquise o que quer fazer

Você também pode chamar a segunda dica como jornada do autoconhecimento. E o motivo é simples: antes de implementar o negócio, você vai investir tempo em conhecer quem você é.

Você vai fazer algumas perguntas, como:

  • Quais minhas áreas de interesse?
  • Quais as habilidades que eu tenho?
  • Quais são meus hobbies?
  • Quais são meus gostos pessoais?
  • Quais as competências que acumulei?

E, se puder, contrate um coaching. Seguindo essa dica, você terá todas as suas potencialidades listadas de forma muito clara. Dessa maneira, ficará mais tranquilo para que você encontre seu propósito. Essa descoberta partirá de suas necessidades e desejos.

E outro ponto importante dessa jornada de autoconhecimento é que, quando você pedir demissão, o dia seguinte não será vazio. E por vazio, refiro-me a um dia sem foco, sem objetivos.

Isso não pode acontecer. O dia posterior ao da sua demissão deverá ser estimulante, cheio de energia e de trabalho realizado. Deverá ser um dia em que você começa com o pé direito e com a mente bastante ocupada.

Mas isso acontecerá somente se, antes de você pedir demissão, já houver uma jornada profissional em movimento. E certamente a autoanálise vai lhe conceder energias para se manter na sua trajetória.

3 – Saia de portas abertas

Se você está desesperado para pedir demissão, com certeza essa é uma dica muito valiosa. Por isso, fique atento a ela.

Por mais que a passagem pelo seu emprego atual seja dolorosa, não deixe que isso leve a uma saída cheia de problemas e descontentamentos. Saia pela porta da frente.

E quando se despedir, saia falando com todos os seus colegas, pois, caso precise voltar para este antigo trabalho, você encontrará as portas abertas. E digo isso porque é preciso levar em consideração que muitos profissionais, quando saem do trabalho para realizarem seus sonhos, precisam, às vezes, retornar ao antigo emprego. Muitos não conseguem atingir seus objetivos de primeira.

Enfim, ninguém quer sair do emprego e ter que voltar. Mas é sempre bom quando se pode retornar de portas abertas.

4 – Converse com a empresa onde você trabalha

Pergunte-se: como posso prestar serviço para essa empresa?

Por mais que você considere improvável que lhe contratem como fornecedor, leve em conta que o mundo está mudando. Principalmente se você é um profissional de valor.

Nesse caso, é possível que estejam abertos a essa possibilidade. Sobretudo se você pedir. Mas se você não demonstrar interesse, as pessoas não vão se lembrar de você. Por outro lado, se você colocar a cara a tapa, eles poderão considerar a possibilidade de torná-lo fornecedor. Em alguns casos, podem inclusive aceitar home office. Isso é um movimento que se alastrou pelo mundo inteiro e no Brasil já é realidade em grandes centros.

Leve em conta que, dependendo do caso, a proposta do home office pode ser bastante interessante para empresa. Principalmente se ela estiver em uma crise e exista a necessidade de cortar gastos.

5 – Coloque suas ideias na internet

Não se esconda! Comece a criar vários canais. Invista no YouTube, faça uma fan page ou comece a escrever. Mas leve a sério a sua presença na web. É dessa forma que você vai se conectar com as pessoas. E assim a sua vida vai mudar mais rapidamente que imagina.

Na internet, você estará colocando suas ideias e disponibilizando aquilo que acredita que entrega valor para as pessoas. Dessa forma, você gera valor para o seu público e consegue feedback dele. Com isso, seu negócio entra em um ciclo contínuo de feedback e você vai ajustando seu modelo a isso. É assim que fazemos hoje.

E seguindo por essa lógica, há menos riscos, pois antigamente se criava um produto, adquiria-se um ponto comercial e se esperava.

5.1 – Fuja do marketing da esperança

Isso se chama de marketing da esperança, porque você espera que pode dar certo. Mas pela lógica atual, há uma considerável redução dos riscos, já que você primeiro identifica as reais necessidades de seu público e, a partir delas, define-se todo o resto.

5.2 – Leia o livro A Startup Enxuta

Esse livro vai ajudá-lo bastante, pois aponta os caminhos mais práticos e focados em seu público para a criação do modelo de seu negócio. Dessa forma, você iniciará a sua nova caminhada de forma mais segura. E se está realmente desesperado para pedir demissão, isso pode ser um sinal que você precisa tomar uma decisão.

Pode ser o sinal de que você precisa urgentemente mudar os rumos de sua história e de procurar outras possibilidades profissionais, seja como empreendedor, seja em outra carreira ou, simplesmente, seja em outro emprego. Mas é sinal que algo precisa ser mudado. Mas leve também em consideração todas as consequências dessa mudança e tome todas as precauções para que você seja bem-sucedido em sua nova jornada.

E se gostou desse conteúdo, não deixe de compartilhá-lo com mais pessoas.

Além disso, aproveite para curtir, porque assim saberei que este conteúdo realmente lhe ajudou.

E se você preferir, também pode assistir esse conteúdo, clicando no vídeo abaixo. Até mais!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *