COMO FAZER MATRIZ DE PERSONAL BRANDING O QUE É

Matriz de Personal Branding – conheça!

Quando o assunto é personal branding, o primeiro ponto é entender que apenas a construção de marca não será o suficiente para o sucesso do seu negócio. É necessário ter em mente que você realmente precisa atender às necessidades de seus clientes. E, aqui você vai conhecer a matriz de Personal Branding!

Por outro lado, de nada adianta ter um baita conhecimento técnico e ser muito competente, se você não sabe se vender. E mais importante: saber atrair as pessoas corretas no seu processo de venda, que são aquelas que lhe interessam do ponto de vista pessoal e dos negócios.

Logo, é muito importante que você quebre todos os seus tabus e crenças negativas em relação ao personal branding.

Afinal de contas, com a adoção do marketing pessoal, você vai atrair as pessoas corretas e elas vão querer contratar os seus serviços.

E é importante saber que a construção de marca não significa a maquiagem de pessoas ou fatos. A matriz de personal branding é feita exatamente com base naquilo que você é e no que sua audiência precisa.

Logo, saber se vender é fundamental no mundo dos negócios e se você não aprender, ninguém irá fazer isso por você.

E segue um exemplo:

O meu exemplo de como utilizar o personal branding

Fiz este post perguntando às pessoas o que lhes vêm à mente quando ouvem meu nome.

E para minha surpresa, foram 164 comentários. E eu não esperava um número tão grande de pessoas que se dispusesse a responder essa pergunta.

E graças a esse retorno, foi possível tomar algumas ações, já que ficou mais fácil de se perceber a imagem que as pessoas têm em relação a mim. E é justamente para isso que esse tipo de ação serve.

Para isso, li os comentários, um por um, e verifiquei os atributos que as pessoas atribuíram a mim, já que posicionamento diz respeito à imagem que se ocupa na mente do cliente.

Como aproveitar essa captação de respostas

Para tomar ações com base nos retornos que recebi das pessoas, foi necessário que eu fizesse uma divisão em grupos sobre o que foi comentado. Confira:

  • Grupo 1: palavras mais repetidas. Aqui coloquei os termos que apareceram entre 2 e 3 vezes;
  • Grupo 2: caraterísticas pessoais. Aquelas características em relação a minha personalidade que foram citadas pelas pessoas;
  • Grupo 3: profissional. Características de cunho profissional que apareceram algumas vezes;
  • Grupo 4: valores. Esses são os valores que preservo em minha vida e que procuro transmitir nos conteúdos que produzo e que apareceram nos comentários;
  • Grupo 5: expressões. São as expressões relacionadas à minha forma de trabalhar e às mensagens que levo para meus clientes.

No meu caso, por exemplo, muitas das expressões foram ao encontro de uma mentalidade direcionada para o empoderamento feminino.

E isso é verdade. 90% dos meus clientes são mulheres e são muito motivadas a mesclar o trabalho com um estilo de vida que torne o mundo um lugar melhor. Além disso, percebem no exercício profissional uma forma de realização pessoal.

E essas características também estão presentes nos homens que acabam se tornando meus clientes. De forma geral, eles cultivam esses valores, mesmo estando mais presentes entre o público feminino.

Então, veja como aplicar:

Matriz de personal branding

A matriz de personal branding serve justamente para reforçar uma imagem que queremos que o público tenha a nosso respeito.

E isso vai impactar diretamente nas pessoas que você irá atrair. E ao se posicionar da forma correta, você irá trazer potenciais clientes com quem você realmente queira se relacionar.

E para ficar mais fácil, eu trouxe a minha própria matriz, com base no retorno do público e no que desejo reforçar. Mas antes, veja só como interpretar a matriz.

Como interpretar essa matriz

É uma matriz bem simples, na verdade. Ela é dividida em 4 quadrantes. E cada um representa a forma como nos comunicamos com as pessoas.

Os quadrantes são a brand persona, o tom de voz, a linguagem e o propósito.

A brand persona é a forma como decidimos interagir com o mundo. É como nos relacionamos com os outros: o nosso papel social e a nossa forma de expressão.

E o termo “brand persona” não é algo aleatório.

Persona é um termo vindo do latim e que equivale a personagem. E “brand” significa marca.

Por isso, a brand persona nada mais é que os papéis sociais que você adquire quando se relaciona com outras pessoas.

Isso impacta em diversas situações: nas roupas que usamos, na forma que falamos e em todas as maneiras de expressão pessoal.

O tom de voz está ligado com a intensidade da mensagem que estou passando, enquanto que a linguagem diz respeito a forma como me comunico. Por exemplo, se estou falando com empresários ou com público infantil, haverá uma maneira bem diferente de se dizer o que pensa.

E o propósito está relacionado com a mensagem que desejo passar e a forma como os objetivos de meu projeto impactam na vida de meus clientes e como isso deve ser transmitido.

Terminados estes pontos, segue a minha matriz:

Brand Persona

  • Enérgica;
  • Entusiasmada;
  • Descontraída;
  • Amigável;
  • Sociável;
  • Ágil.

Tom de voz

  • Informal;
  • Acelerado;
  • Assertivo;
  • Honesto.

Linguagem

  • Simples;
  • Sem jargões;
  • Objetiva;
  • Pragmática;
  • Acessível.

Propósito

  • Ensinar;
  • Inspirar;
  • Surpreender;
  • Compartilhar;
  • Abrir a visão.

A importância dessa matriz de personal branding e como analisá-la:

É fundamental a criação dessa matriz porque, dessa forma, eu sempre reforçarei os pontos que são fundamentais na comunicação com os clientes.

E documentando a estratégia é possível ter a disciplina para reforçar aquela imagem pela qual quero ser reconhecida no mercado.

Mas é importante levar em consideração que não adianta apenas criar uma matriz de brand persona apenas com base no que você imagina.

É necessário verificar a forma como as pessoas realmente lhe percebem e procurar meios para adequar a sua comunicação.

Dessa forma, você conseguirá direcionar a sua audiência para a visão que você deseja que ela tenha de você.

Afinal de contas, não é legal quando pensamos que nossos seguidores têm uma visão de nós, mas na prática eles têm a oposta.

Logo, quando isso acontece, é necessário fazer uma comparação entre o que pensam de fato sobre nós e que queremos que pensem.

Mas quando perguntamos e ouvimos as repostas, algumas surpresas positivas surgem, de coisas que até sabíamos, mas que não havia clara consciência.

Logo, sem saber exatamente como a audiência lhe enxergava, não há como ajustar a comunicação.

Mas, depois que ficar sabendo, vai poder arrasar nos conteúdos que vão lhe ajudar a se posicionar da forma correta na mente do cliente.

Como utilizar esse conhecimento

A partir dessas características que foram listadas, desenha-se a estratégia e matriz de personal branding que vai ser utilizada em seu site, seus artigos, conteúdos em toda sua presença digital.

Logo, o importante são as estratégias e ações que nascem do levantamento de seu personal branding.

E gostou do conteúdo?

Se gostou, não deixe compartilhá-lo nas redes sociais e de espalhar essa ferramenta maravilhosa que é a brand persona.

É uma ferramenta que pode ajudar muitos de seus amigos, então não deixe de compartilhar essa preciosa informação com eles.

Além disso, assine nossa lista de e-mails. Dessa forma, você conseguirá receber mais conteúdos quentes que sempre estou produzindo para você.

Você pode conferir o conteúdo onde explico sobre a importância do personal branding para a vida de um profissional.

E este conteúdo também está disponível em vídeo, logo abaixo. Clique para assisti-lo. E até mais!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *