computador com caixa de ferramentas para marketing digital

Marketing digital: quais as ferramentas para começar?

Neste texto vou explicar um tema que mexe com a cabeça de muitas pessoas, principalmente as iniciantes: quais as ferramentas para começar no marketing digitalPorém, antes, quero avisar que este texto é uma continuidade de um artigo anterior. Nele expliquei por onde começar no marketing digital.

Portanto, fique à vontade para conferir o texto anterior e voltar a este conteúdo. Garanto que sua leitura será ainda mais proveitosa. Já fez sua leitura? Vamos então ao tema. Vou aproveitar e esmiuçar bastante a parte mais técnica, a qual me dediquei de forma mais breve no artigo anterior. Confira:

1 – Tenha um site com um blog

O blog é principalmente uma ferramenta de texto, pois é principalmente por meio dele que você é encontrado no Google. E, além do texto, você pode colocar outros formatos de conteúdo, como áudios e vídeos. Sim, no blog é totalmente possível linkar esses formatos diversificados, deixando seus posts
mais interessantes para sua audiência. Mas antes de criar o seu site e blog e começar a produzir conteúdos para eles, é necessário fazer alguns procedimentos. Veja quais:

1.1. O primeiro passo é registrar um domínio

Você vai precisar comprar um domínio. Você consegue fazer isso pelo www.registro.br. Mas antes de comprá-lo, é necessário verificar alguns critérios que devem partir da sua estratégia, como expliquei no texto anterior. Se você, por exemplo, definiu que irá se posicionar como freelancer, é interessante comprar um domínio com seu nome. Caso contrário, a estratégia mais comum é comprar um domínio com o nome de sua empresa.

1.2. O segundo passo é adquirir um serviço de hospedagem

Existem vários serviços de hospedagem pela internet. E o que vale é procurar um que satisfaça suas necessidades. Há hosts de vários preços e com características diferentes, mas o importante é que você tenha um servidor onde você possa hospedar o seu site.

1.3. O terceiro passo é adquirir um template WordPress

Se você ainda não conhece, saiba que você vai ouvir muito sobre WordPress, já que está iniciando nesse meio digital. O WordPress é uma plataforma digital que serve para criar sites fantásticos. E é possível
adquirir vários tipos de templates.

O próprio WordPress disponibiliza repositórios gratuitos, onde você encontra templates mais básicos. Mas também é totalmente possível comprar templates. E nesse caso você tem a vantagem do suporte e de que adquirir um modelo de site com mais recursos.

2 – Tenha uma ferramenta para construção de páginas

Este recurso é indispensável. Ele é importante porque você precisa gerar leads – que são contatos de seus clientes em potencial – para se relacionar com eles. A forma de conseguir esses contatos é por meio de páginas que são feitas justamente para essa finalidade. Por conta disso, elas são chamadas de páginas de captura, ou squeeze pages.

E, além dessas squeeze pages, existem outras diversas páginas que são genericamente chamadas de landing pages, ou páginas de pouso. As páginas de pouso servem justamente para que o usuário chegue até nelas para realizar uma ação.

Uma página de captura, por exemplo, serve para o usuário fornecer um contato dele. A página de entrega serve para que o usuário pegue uma recompensa que você oferece em troca do e-mail, por exemplo. Assim como a página de vendas, que serve justamente para o cliente comprar algo de você.

É por isso que você precisa de um produto para construir páginas e o que recomendo é o OptimizePress. Ele é bem simples e é acessível, já que se paga com uma única taxa anual.

3 – Tenha uma ferramenta de automação de marketing

A ferramenta de automação de marketing tem também sua importância fundamental. É por ela que você vai se relacionar com os seus leads. A captura de e-mails. que ocorrerá por meio da ferramenta de construção de páginas, terminará justamente nessa ferramenta de e-mail marketing.

E para você conseguir muitos leads, é necessário oferecer material rico para os seus compradores em potencial. E você pode entender material rico por todo aquele conteúdo de valor, como um vídeo, um
e-book ou um áudio. E qualquer um desses materiais deverá sempre solucionar uma dor, um problema, de seu cliente.

Outras formas que os profissionais do marketing costumam chamar esses conteúdos é de recompensa digital ou isca digital. E isso ocorre justamente porque a ideia desses conteúdos é que você consiga os e-mails – ou outros dados de contato – em troca de um conteúdo de valor.

Por conta disso, ao adquirir a ferramenta de e-mail marketing, verifique alguns pontos importantes:

● Verifique se a ferramenta de construção de páginas que você adquiriu é compatível com a de e-mail marketing. Caso contrário, você poderá ter dores de cabeça para colocar os leads na plataforma de automação;

● Verifique o custo benefício da ferramenta de e-mail marketing. Para o nível que você está começando, é preciso algo mais sofisticado e com custo maior, ou algo mais básico resolve?

● O sistema de e-mail marketing deverá ter uma função chamada autoresponder. Com este recurso, você poderá mandar e-mails automatizados para sua lista.

Verifique esses pontos, pois eles são parâmetros fundamentais para a compra de sua ferramenta. Caso contrário, você poderá ter dificuldades para gerir um sistema que seja caro ou complexo demais para as suas atuais necessidades. Por outro lado, de nada adianta, por exemplo, adquirir uma ferramenta, mesmo que gratuita, que não garanta a resolução de todos os processos básicos de automação de marketing.

4 – Um resumo de tudo e o mais importante

Finalizando este conteúdo, vou trazer os tópicos resumidamente para que você se lembre mais facilmente daquilo que é importante:

● Você precisa de um site com blog. Essa ferramenta servirá como sua vitrine na internet e, por meio dela, você começará a atrair o seu público;

● Além disso, é necessário ter uma ferramenta de construção de páginas para que você tenha como capturar os e-mails;

● Por fim, adquira uma boa ferramenta de e-mail marketing. Dessa forma, você poderá se relacionar com os contatos de seus compradores em potencial (leads).

E agora vem aquela dica final, que é tão importante quanto as outras: chegou o momento de perder medo das ferramentas de marketing digital. Pense que você já fez coisas muito desafiadoras, à primeira vista, em sua vida. Algumas delas foram aprender a andar de bicicleta, a dirigir e a passar no vestibular. Mas você se saiu bem em tudo isso e agora não será diferente. E se você está partindo do zero, pense que a sua grande vantagem é que seu aprendizado será muito maior.

E se você quiser consumir todo esse conteúdo de uma outra forma, eu tenho um vídeo muito popular no meu canal do Youtube que fala exatamente sobre as ferramentas para começar no Marketing Digital! Esse vídeo já gerou vários comentários e feedbacks positivos de pessoas que também não sabia quais ferramentas utilizarem no início da sua jornada no Marketing Digital! Dê o play abaixo e assista agora!

E se gostou desse conteúdo, aproveite para compartilhá-lo nas redes sociais. Dessa forma você estará ajudando muitas pessoas.

Além disso, siga-me nas redes sociais para receber os meus conteúdos mais atualizados e em minha lista de e-mails, onde disponibilizo os materiais mais quentes do momento.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *