Posts

desvendando os segredos da mente milionária

Desvendando os segredos da mente milionária: Dicas Valiosas para entender a mentalidade próspera

Se você ainda não conhece o livro “Os Segredos da Mente Milionária”, do grande T. Harv Eker, adie tudo o que tiver que fazer – após ler esse artigo – e dê uma busca no Google ou vá correndo à primeira livraria garantir a sua cópia. O título é um dos livros mais clássicos e transformadores sobre o nosso modelo mental de dinheiro, que é a única coisa que verdadeiramente nos coloca no caminho de prosperidade.

Até existe o raríssimo caminho da sorte, mas caso não saiba, ele não é sustentável (e por favor não vá ficar esperando!). As estatísticas de quem ganha na loteria mostram o alarmante número de que cerca de 80% das pessoas perdem tudo e voltam à sua vida de escassez. Simplesmente por não terem a mentalidade que necessitam para se sustentarem em uma vida “rica e abundante”. Portanto, nada de ficar aguardando o seu golpe de sorte, comece agora a mudar a sua mentalidade.

O grande diferencial de Os Segredos da Mente Milionária está na maneira como o autor aborda a questão. Desvendando nossas crenças limitantes e provocando insights poderosos a respeito de nós mesmos e da forma como lidamos com o dinheiro em nossa vida. Para quem age pelo preconceito, achando que é mais um “livrinho de auto ajuda”. Eu diria que esse é da categoria ALTA ajuda, portanto abra a sua mente e continue lendo.

Você vai descobrir que as crenças que são instaladas em nossa mente ao longo da vida são, na verdade, as maiores responsáveis pelo destino da nossa vida financeira.

Logo no início do livro Harv revela qual foi o momento crucial para sua virada financeira. No qual um amigo rico de seu pai que estava em sua casa lhe disse. “Se as coisas ainda não estão dando certo Harv, é somente porque você ainda não descobriu como pensam os ricos”. Nesse dia ficou claro que não se tratava de uma questão de potencial ou limitação individual. Já que o universo é tão abundante, e sim de uma reconstrução de mentalidade, da escassez para a abundância. E a partir daí ele passou a investigar profundamente como pensam as pessoas ricas e colocou em prática essa mudança. Em pouco tempo sua vida empresarial e financeira começou a decolar!

São muitas e muitas dicas, por isso recomendo a leitura integral do livro. Mas para dar um gostinho, vejam alguns ensinamentos valiosos se quiser começar a mudar os seus resultados financeiros.

1. Seus rendimentos crescem na mesma medida em que você cresce:

Um dos primeiros ensinamentos que podemos tirar de Os Segredos da Mente Milionária é que “o seu caráter, o seu pensamento e as suas crenças são os fatores que determinam o seu grau de sucesso”.  Se você quiser alcançar o sucesso, é necessário, primeiramente, estar disposto a ser bem sucedido, e a acreditar que você pode chegar lá.

A maneira como você pensa determina as suas atitudes e as suas atitudes determinam os seus resultados. Portanto, primeiro passo: ACREDITAR em você, e que o sucesso começa na busca do seu desenvolvimento pessoal. E esse movimento de desenvolvimento pessoal é algo viciante. Algo que não paramos mais quando conseguimos sair da inércia e dar os primeiros passos. Você começa a crescer internamente, amplia sua visão para oportunidades e reconfigura a sua mente negativa. A partir daí a sua conta bancária cresce na mesma medida.

2. Esqueça tudo o que você aprendeu sobre dinheiro até aqui:

Você, provavelmente, já ouviu ditos populares do tipo “se é rico, é ladrão”, “prefiro ser feliz do que ter dinheiro”, “é preciso trabalhar de sol a sol para ter dinheiro”, dentre tantos outros. Essas informações negativas sobre dinheiro acabam criando as nossas crenças, que desencadeiam nossos pensamentos, que por sua vez guiam nossas ações e determinam nossos resultados financeiros na vida. É o que chamamos de programação mental, ou condicionamento.

Ou seja, para conseguir prosperar, você precisa adotar uma nova programação mental. Voltada para a prosperidade, riqueza e abundância. A partir da consciência de que tudo não passa de um condicionamento mental, você é capaz de jogar fora essas crenças absurdas. E substituí-las por crenças fortalecedoras que façam muito mais sentido com os seus objetivos. Que tal começar a declarar para si próprio e para o mundo: “porque ser feliz ou ter dinheiro se posso buscar os dois”? Essa é uma crença mais que limitadora, considero destrutiva! Comece a se achar merecedor e torne-se um bom recebedor. SIM! Você pode ter os dois.

3. Tenha objetivos bem definidos e se comprometa a alcançá-los:  

Em Os Segredos da Mente Milionária, o autor afirma que o principal motivo que impede a maioria das pessoas de conseguirem o que querem é não saber o que querem. Portanto, se você quiser ter sucesso em qualquer área da sua vida, inclusive na área financeira, é extremamente importante que você defina claramente seus objetivos. Lembre-se da famosa frase do filme Alice no país das maravilhas: se você não sabe o que quer, qualquer direção serve.

A grande vantagem de ter objetivos bem definidos é que isso lhe trará diariamente uma motivação muito maior e a disciplina necessária para manter o seu foco. Não se pode ter foco ou disciplina sobre algo que não se conhece. Portanto, invista em ter metas claras e por escrito. Aquilo que você foca se expande e somente dessa forma você estará se comprometendo com o que deseja. Bem como colocando seu cérebro para te ajudar e não para te sabotar.

4. Uma última dica que se relaciona mais diretamente com o meu trabalho hoje como coach, em meu Programa online Empreenda-se. É sobre uma crença que muito priva as pessoas de terem felicidade em sua vida. A de que “não é possível ganhar dinheiro fazendo aquilo que ama”.

Esse é mais um padrão limitante que ouvimos dos pais e de pessoas à nossa volta. Que por sua vez pensam estarem nos protegendo ao desestimular o caminho do amor pelo que fazemos. Literalmente nos desviamos para o caminho do medo, das escolhas profissionais teoricamente mais “seguras”. Pelo simples medo de fracassar, de não conseguir remunerar a nossa verdadeira paixão.

E aqui começa um ciclo de sofrimento ao ter que realizar todos os dias um trabalho que não nos realiza. E muitas vezes nos escraviza. Tudo isso causado por uma única crença limitante instalada na infância e adolescência. De que não teremos sucesso vivendo da nossa paixão.

PAIS: cuidado com as crenças que estão instalando em seus filhos! Elas podem prejudicar a sua prosperidade e você não vai querer isso!

Para começar a derrubar esse mito, basta olhar em volta e buscar as pessoas que conseguem unir ambos. Paixão pelo que fazem e prosperidade. Ao contrário do que colocaram na nossa cabeça, gostar do que faz é inclusive um pré requisito importante para alcançar o sucesso material e profissional. O principal benefício de encontrar um trabalho com mais propósito é justamente nos tornar mais fortes para os obstáculos. Pois eles virão a todo instante e precisaremos de alta resiliência. A jornada da realização é longa, diária, mas não precisa ser um fardo.

Uma coisa é certa: esse padrão de pensamentos limitantes sobre dinheiro irá lhe afastar cada vez mais de uma vida próspera que poucos conseguem alcançar. Mas que está abundante no universo para todos que conseguirem enxergar. É importante iniciar o processo de mudança no modelo mental e esse livro é um ótimo começo.

Se você gostou dessas primeiras dicas e deseja realmente mudar a sua mentalidade financeira. Saiba que o autor do livro, Harv Eker realiza ao redor do mundo o Seminário Intensivo da Mente Milionária. A cada ano, ele escolhe um país diferente para realizar esse evento. E, nesse ano, de forma inédita e que não irá se repetir, ele estará no Brasil nos dias 3, 14 e 15 de novembro no Rio de Janeiro onde também estarei!

Esse é um livro que recomendo sempre para os meus coaches e não poderia deixar de recomendar igualmente este evento ao vivo (eu já garanti a minha vaga e de amigos queridos!). Se quiser saber mais, tá em cima da hora mas talvez ainda dê tempo. Conheça aqui: http://mktminds.co/mentemilionaria.

De qualquer forma garanta o seu livro! Ou melhor, garanta a leitura do livro. Só comprar não vai adiantar. Depois peço que me escreva dizendo o que mudou nas suas atitudes e o que está colhendo com isso.

negócio lucrativo dicas valiosas para começar

Negócio lucrativo: 5 dicas valiosas sem precisar gastar muito

Quando há crises, quem pensa em ter um negócio lucrativo fica receoso e congela os planos. Isso é natural, pois os resultados sonhados podem não vir tão rápido quanto se espera.

Mesmo para quem já possui um negócio em andamento. A prática geral é deixar de investir e recorrer a uma redução de custos operacionais. Muito cuidado nessa hora, pois o importante é cortar desperdícios. E não os “bons custos” que geram receita para a empresa.

E quanto a investimento, as oportunidades estão ao alcance dos empreendedores. Que claro, tem a visão de continuar investindo e crescendo com os seus riscos controlados.

Não ter muito capital disponível pode acabar funcionando como um impulso. Para que o empreendedor coloque em prática ideias criativas que o destacam da concorrência e ajudam a faturar mais. Utilizando novas plataformas e ações diferentes. As crises aumentam a receptividade à inovação. Sabe porquê? Como já dizia o Einstein “Insanidade é querer resultados diferentes usando as táticas de sempre”.

Veja algumas dicas para quem deseja começar um novo negócio ou já é dono de uma PME, que vão te ajudar a aumentar a margem de lucro sem precisar investir muito.

1) Aposte no Marketing Digital

No mundo atual, a internet virou uma das maiores – e mais baratas – vitrines para PMEs. Por meio das mídias digitais, as pequenas empresas têm mais força para concorrer com as maiores, ganhando visibilidade a partir de estratégias mais eficientes e econômicas. Com o marketing digital as pequenas e médias empresas são capazes de dirigir a sua comunicação de maneira altamente focada no seu perfil de comprador. No momento em que se entende o usuário como um consumidor ativo, que busca na internet por serviços e produtos, é por intermédio da dinâmica da própria web que a empresa se conecta com o público-alvo.

PMEs: apostem na tecnologia e em conhecimentos novos como o inbound marketing e o marketing de conteúdo, como a compra de tráfego em facebook, google, remarketing, construção de blogs entre outras novas táticas que são verdadeiros aliadas para alavancar negócios. Isso vai deixar sua concorrência desnorteada, pois ela não vai conseguir nem rastrear como você está crescendo. Isso é uma grande vantagem competitiva, poucas empresas sabem lidar com as novas técnicas de marketing digital de forma eficiente. 

2) Defina e conheça profundamenteo o seu target

Definir um público-alvo (target) é uma das principais etapas no planejamento de qualquer negócio e talvez seja a tarefa mais importante dentro de uma estratégia de marketing. Afinal, para se comunicar de forma eficiente e construir um bom relacionamento com seus consumidores é essencial conhecê-los bem além da superfície. Lembre-se que o público alvo não é apenas o seu consumidor final, mas todos que são impactados pela marca e que de, alguma forma, têm participação na decisão de compra.

Dica: para atingir o seu target de maneira assertiva, utilize a estratégia de criação de uma “persona”. Uma personificação do individuo que faz parte do grupo identificado como público-alvo do seu negócio.

Você pode definir as características da persona utilizando um questionário, por exemplo: qual é a idade? Sexo? Quais são seus interesses, preferências e gostos? Suas dores e desafios? Seus sonhos e aspirações? Suas expectativas? Como se comportam? Onde eles navegam? Onde eles se informam? Como é a sua jornada de decisão de compra no que se refere ao seu produto? A diferença entre o TARGET e a PERSONA, é que, no segundo caso, estamos falando de um personagem fictício que sintetiza o perfil geral do público. Quanto mais específico ele for, maior será a sua assertividade de comunicação e maior será a sua conversão de vendas.

3) Invista na fidelização

Clientes normalmente têm interesse em ser fiéis a uma marca ou empresa, desde que consigam visualizar soluções pros seus problemas e incentivos para estreitar o relacionamento com a empresa. Essa é uma alternativa fácil e que normalmente não demanda muito investimento. Ofereça vantagens como bônus, acúmulo de pontos e descontos em troca da indicação de amigos para fidelizar os clientes do seu negócio. Acima de tudo ofereça relacionamento bem personalizado. Utilize estratégias modernas de e-mail marketing, criando seus funis de relacionamento e vendas pois elas funcionam muito bem para isso.

4) Otimize sua produtividade

Organizar o tempo não é uma tarefa fácil para os empreendedores. No começo da empresa, principalmente, boa parte das decisões precisa ser analisada pessoalmente e o corre-corre de reuniões costuma atrasar a agenda. Por isso, a palavra de ordem é “planejamento”. Tente programar só 70% do dia e deixar o restante para urgências e imprevistos.

Aproveite as ferramentas tecnológicas para aumentar a sua produtividade e da sua empresa. Além da nuvem e do smartphone, você pode utilizar o Skype, por exemplo, para ganhar tempo e economizar dinheiro. As reuniões devem ser sempre curtas: uma dica é fazer reuniões curtas, em pé, que duram até 15 minutos. Use e abuse dos aplicativos de gerenciamento de tarefas e comunicação remota. Aqui nesse blog você também pode ler o artigo 

5 aplicativos que vão te ajudar a triplicar a produtividade do seu negócio

5) Ofereça bônus irresistíveis

Oferecer bônus de qualidade é essencial para aumentar significativamente suas vendas, além de gerar aproximação com o seu cliente, ajudar a destruir possíveis objeções da sua oferta e conseguir aumentar o valor do seu produto. Em se tratando de negócios digitais, bônus podem ser e-books, vídeos, palestras, consultorias ou até mesmo bônus de parceiros do seu negócio.

Se for um negócio físico faça uma analogia e tente imaginar um bônus que complemente a sua solução, aliviando ainda mais as “tensões”ou “dores”do seu público alvo. O seu bônus precisa agregar valor ao seu produto ou preencher uma lacuna dele.

Como assim? Se você está vendendo um curso, por exemplo, um ótimo bônus seria uma consultoria: todo curso deixa algo a desejar, é impossível abordar todas as dúvidas! Foque nisso, em dar algo a mais que a pessoa vai precisar para chegar mais rápido ao resultado esperado.

Ter uma ideia de negócio, mas não ter dinheiro suficiente para abrir a própria empresa é o drama de muitas pessoas que desejam empreender. Se esse é o seu caso, além dessas 05 dicas, existem inúmeras outras estratégias que você pode adotar para começar um negócio novo ou aumentar a margem de lucros da sua empresa, sem precisar investir muito e comprometer o seu orçamento já apertado.

Todo esse conteúdo, muito mais elaborado, dicas e insights valiosos, irão fazer parte do Programa Empreenda-se.

O Empreenda-se não é um curso online engessado e gravado. Ele é um programa de coaching e mentoria em grupo. Onde além das aulas, você vai ter todo o suporte que precisa para não travar e adiar seu sonho de empreender mais uma vez. Eu vou te treinar primeiro nos conteúdos previstos no programa. Mas também vou olhar e te orientar sobre o projeto que você tem em mente.

Vai lá agora na página do Programa Empreenda-se, veja se é o que você está buscando, para não perder essa janela de oportunidade! É uma janela que está se fechando pois as inscrições vão se encerrar a qualquer momento em função do limite de vagas. Para conhecer o Empreenda-se, todos os módulos e bônus que serão oferecidos, é só acessar esse link: http://mktminds.co/inscricoesempreendase

Deixe o seu comentário pra gente logo abaixo! Seu feedback é indispensável para que possamos ser úteis em nossos artigos.

 

METODO CANVAS COMO USAR PREENCHER

Método CANVAS? Como usar essa ferramenta

Estruturar e manter um negócio pode parecer uma tarefa complicada. Porém, existe uma ferramenta que serve exatamente para te ajudar a visualizar todos os aspectos mais importantes para a sua empresa: o Business Model Canvas ou “Quadro de modelo de negócios”. Com o Método CANVAS, é possível fazer o gerenciamento estratégico, desenvolver e esboçar modelos de negócio novos ou que já estão em andamento.

O Canvas é um mapa dos principais itens que constituem uma empresa, e abrange nove campos dentro de quatro áreas: clientes, oferta, infraestrutura e finanças. É muito simples entender a organização dessa ferramenta: “clientes” se refere ao público alvo da empresa; “oferta” diz respeito ao serviço ou produto que se oferece e à sua proposta de valor no mercado (qual o benefício? que problemas ele resolve? que transofrmação ele proporciona na vida do cliente?); “infraestrutura” são os recursos necessário para levar a sua oferta ao mercado e que vão ter uma influência direta na proposta de valor ao cliente; e “finanças” fala dos custos e receitas da empresa.

Um ponto facilitador é a organização visual do Canvas. É necessário apenas que se faça o download do arquivo, acessando o site do Bussiness Model Generation.  Para fazer o download, é só acessar o link http://www.businessmodelgeneration.com/.

Temos ainda o link abaixo para download do modelo em português.

Tela-de-modelo-de-negócios canvas-v2.0

Depois de baixar o modelo, é interessante imprimi-lo em papel A3 para iniciar análise visual de todo o negócio. Com o mapa impresso, você pode utilizar post-its coloridos para preencher os campos. Isso vai te ajudar a fazer uma análise mais clara da sua empresa e do seu modelo de negócio. Essa estratégia facilita ainda realizar alterações venham a ser necessárias.

O próximo passo é fazer algumas perguntas que servirão de análise: quais são os parceiros fundamentais? Como os clientes gostariam de pagar? Pelo que os clientes estão dispostos a pagar? Quais as características do segmento de mercado? Quais os custos mais importantes? Como seu negócio vai gerar receitas? Depois de feitas essas perguntas, é preciso decidir quais as ideias que serão trabalhadas e quais serão deixadas para depois ou até mesmo descartadas.

Utilizar o Canvas é uma forma de destacar e diferenciar o seu negócio do resto das empresas no mercado. Através dele, fica mais simples analisar o modelo de negócio adotado pela empresa, traçar metas e também realizar mudanças de estratégias para se chegar a determinado objetivo.

Existem ainda vários vídeos no You Tube de pessoas mostrando exercícios com o CANVAS o que vai ajudá-lo a começar o seu. Exercite!

 

Deixe o seu comentário pra gente logo abaixo! Seu feedback é indispensável para que possamos ser úteis em nossos artigos.

como ser um líder e não um chefe grupo de pessoas liderança

Como ser um líder e não um “chefe”

Coordenar uma equipe exige muitas características para a boa gestão de pessoas. Como ser um líder exemplar e conseguindo executar os processos corretamente, diferenciando-se do chefe. Normalmente com a atuação mais agressiva e até mesmo rude, que pode ser visto com maus olhares pelos seus subordinados.

Confira, abaixo, como ser um líder e não um “chefe”, e siga as dicas para destacar-se no ambiente de trabalho.

  1. Oriente a equipe

Um chefe é conhecido por mandar nas pessoas e estipular as tarefas que devem ser concluídas como forma de obrigação, normalmente com prazos rígidos e tratamento mais severo que é dado a todos os funcionários.

Já o líder, ao invés de mandar em sua equipe, orienta todos os funcionários para que os mesmos possam atingir o melhor resultado possível e esperado.

  1. Entusiasme sua equipe

Quando a equipe está entusiasmada para cumprir uma meta, a mesma coloca-se no lugar de funcionários cada vez mais produtivos, normalmente conquistando melhores resultados e visando a evolução da empresa.

Já o chefe é um símbolo de superioridade que normalmente amedronta os funcionários, causando medo e temores em seus subordinados.

  1. Envolva-se no trabalho

A principal diferença entre o líder e o chefe é que o primeiro se coloca em meio ao grupo. Permitindo auxiliar todos os que fazem parte da equipe para que consigam atingir as metas juntos. Enquanto o chefe separa as obrigações de cada um para que o mesmo solucione os problemas por conta própria. Normalmente sem a ajuda de ninguém e principalmente sem a supervisão do superior. Somente com o resultado final que chega às mãos dele.

  1. Assuma a responsabilidade pelos atos da equipe

Ao torna-se um líder e não um “chefe” é necessário assumir a responsabilidade pelos atos de toda a equipe. Afinal ao participar ativamente do grupo, todas as decisões tomadas e os resultados conseguidos. Incluindo as falhas e desvios, devem ser responsabilidade de todos os funcionários.

Diferentemente do chefe que procura um culpado para todos os problemas de um procedimento, o líder sempre deve apoiar a equipe e confiar em todos os participantes do grupo para obter bons resultados.

A Liderança é uma competência chave para empreendedores e profissionais de sucesso! Busque desenvolvê-la e terá grandes resultados.

Deixe o seu comentário pra gente logo abaixo! Seu feedback é indispensável para que possamos ser úteis em nossos artigos.

pare de cortar custos corte desperdícios

Pare de cortar custos, corte desperdícios

Todos os anos se repete o momento mais estressante e corrido das empresas: seu ciclo orçamentário. Invariavelmente o tempo é curto para o tamanho do trabalho. E as pessoas correm pra la e pra cá estressadas para entregar suas “planilhas” dentro do cronograma. E então, aguardar a “temida” reunião de aprovação com o conselho.

Os gestores em suas rotinas apagadoras de incêndio, gastam muito pouco tempo. Avaliam e medem o passado antes de defender seus números. O que importa é levar uma bela planilha preenchida com uma premissa chave para conseguir sair bem na foto. Receitas subindo, custos caindo, afinal papel aceita tudo. Infelizmente é quase sempre assim.

Eis uma grande oportunidade de diferenciação para os gestores em geral. Em especial gestores de marketing que andam bem desanimados ao preverem os cortes que vão encontrar nesse tipo de reunião. Se diferenciem pela disciplina de medir cada resultado, cada ação, por mais difícil que isso possa parecer em determinados casos. Alguns profissionais costumam alegar que as tais ações de “branding” são difíceis de serem medidas. E, dessa forma, contam com o “gogó” cada vez menos acreditado para garantir sua “verbinha” para o ano.

Trocar o gogó pela capacidade de colocar métodos e processos de mensuração para tudo, indicadores que façam sentido para cada caso, aí está a sua janela de oportunidade como profissional de marketing. Hora de ficar bem na foto aprendendo a medir!

Uma das frases preferidas dos gurus de negócios “Aquilo que não se pode medir não se pode melhorar”, do físico irlandês William Thomson. Já deu origem a uma série de dinâmicas motivacionais. E é hoje muito utilizada em treinamentos de equipes para mostrar que as pessoas, quando medidas, se tornam mais ágeis e mais eficientes.

E a grande verdade é que os gestores de marketing não são devidamente preparados e obcecados por métricas como deveriam em um mundo tão competitivo como o de hoje. Eles se tornaram ágeis apagadores de incêndio e reativos às demandas internas da empresa e externas do mercado. É preciso inverter esse jogo e dedicar mais tempo na rotina do dia a dia a medir e avaliar. Isso vai tornar o ciclo de planejamento mais produtivo e com mais foco em resultados. E menos em fazer as melhores planilhas, ensaiar a melhor estratégia para convencer a diretoria e quem sabe garantir “as manguinhas” do orçamento.

A melhor estratégia é sempre o resultado.

Ele deve ser bem mensurado e bem apresentado. O seu presidente sabe fazer contas e garanto que não gastará mais que 2 minutos para aprovar um custo X para um retorno de 2X.

Aí sim você começa a desviar os desperdícios para a linha de custos que dão resultados. Esse é um custo bom que ninguém em sã consciência vai pressioná-lo a cortar. Isso sim é ficar bem na foto.

 


Gostaria de saber mais sobre esse e outros temas que podem colocar o seu negócio na rota de crescimento?

Deixe um comentário abaixo e se inscreva na nossa Newsletter! Responderemos todas as dúvidas e teremos prazer em abordar suas questões em novos artigos. Se isso foi útil para você, sugiro que compartilhe esse artigo em suas redes, ajudando outros empresários e profissionais a alavancarem negócios e melhorarem suas vidas.