Posts

COMPETENCIAS QUE EMPREENDEDOR DE SUCESSO TEM

10 Competências Essenciais para ser um Empreendedor de Sucesso

Você se considera um empreendedor nato? Acha que nasceu para isso e possui todas as características e atributos essenciais para ser um empreendedor de sucesso nessa jornada? Ou não? Até sonha em empreender, mas acha que isso não é para você. Que você não reúne as competências necessárias para gerir o próprio negócio?

A verdade é que, empreender, é o sonho de 3 em cada 4 brasileiros, de acordo com uma pesquisa de 2015 da Global Entrepreneurship Monitor (GEM). Ainda segundo o estudo, enquanto 31% dos brasileiros querem montar um negócio, apenas  16% querem crescer dentro de uma empresa.

Mas ser empreendedor requer mais do que somente capital para investir e uma boa ideia de negócio. O empreendedorismo é uma consciencialização!

Antes de abrir o seu próprio negócio, para ser um empreendedor de sucesso, primeiro você precisa adquirir mentalidade e comportamento empreendedores. E diversas pesquisas têm sido feitas sobre o comportamento do empreendedor, levantando a questão:

Empreendedores nascem empreendedores ou são criados pela necessidade e forjados nas chamas das batalhas do mercado de trabalho?

Essas pesquisas já mostraram que alguns traços de comportamento se manifestam e combinam de diferentes maneiras em diferentes de sucesso. São denominadores comuns que podemos observar ao analisar o perfil. E a trajetória de vários homens e mulheres que alcançaram o panteão empreendedor e se destacaram de alguma forma nas suas áreas de atuação.

Os estudos e pesquisas não podem afirmar se empreender é um dom natural, que nasce com alguns de nós. Mas o que é certo e sabido, é que existem algumas competências e habilidades comuns a todos os grandes empreendedores. Não existe uma fórmula mágica a ser seguida! Cada história de vida e trajetória, cada pessoa, é única e singular. E é perfeitamente possível se tornar empreendedor a partir do seu desenvolvimento pessoal e profissional. Adquirindo as chamadas “características de comportamento empreendedor”.

O psicólogo americano David C. McClelland foi o autor que deu início a estudos específicos sobre as ciências do comportamento empreendedor. Tendo como base os estudos de McClelland, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) instituiu um programa para o aprimoramento de empreendedores, o Empretec, que trabalha com 10 características ou competências do comportamento empreendedor.

Veja quais são elas:

1 – Busca de oportunidades e iniciativa: Todo empreendedor precisa ter o chamado “senso de oportunidade”, saber antecipar-se aos fatos, identificar e criar novas oportunidades de negócios, fazer coisas antes de forçado pelas circunstâncias e agir para expandir os negócios.

2 – Correr riscos calculados: Se lançar em uma jornada empreendedora é quase como o desconhecido, por isso, você precisa ter coragem e propensão para arriscar e colocar-se em situações que implicam desafios, mas sabendo calcular coerentemente os níveis de risco envolvidos, avaliar alternativas e possibilidades e agir para controlar o resultado final e reduzir as perdas.

3 – Exigência de qualidade e eficiência: Quando se é empreendedor e trabalha pelo próprio sonho, e não mais pelo de outra pessoa, é preciso, encontrar maneiras de fazer as coisas melhor, mais rápido e mais barato. Desenvolver ou utilizar procedimentos para assegurar que o trabalho seja terminado a tempo e atenda ou ultrapasse os padrões de qualidade e excelência previamente definidos.

4 – Persistência: Resiliência e persistência precisam ser uma constante no comportamento de quem se propõe a empreender. Desafios e obstáculos vão aparecer, e não serão poucos, acredite! Mas você precisa agir diante desses obstáculos e persistir, não desistir no primeiro tropeço e, muitas vezes, fazer um sacrifício pessoal e dispender um esforço extraordinário para completar um tarefa.

5 – Persuasão e rede contatos: Empreendedores que estão acima dos outros têm a persuasão, ou a capacidade de convencer os outros a mudar sua maneira de pensar, crer, ou se comportar, inerente à sua personalidade, sabendo usar estratégias para influenciar pessoas. Além disso, é preciso falar que empreendedorismo não se trata apenas de competências ou de qualidades. Em muitas circunstâncias é também sobre fazer ligações pessoais, networking, utilizar pessoas chaves para propagar sua mensagem e atingir o seu objetivo final.

Atinja o seu objetivo final!

6 – Independência e auto confiança: Empreender é mudar o mundo, por isso, você precisa ter segurança em relação ao seu propósito, confiar na sua capacidade de completar uma tarefa difícil ou de enfrentar um desafio, mantendo sua postura e seu ponto de vista diante das oposições, e, principalmente, ter confiança na sua própria capacidade realizadora.

7 – Comprometimento: Para muitos, empreender é um sonho, é um meio para alcançar uma vida tão desejada. Ter liberdade de tempo e fazer o que se gosta. Porém, a jornada não é, todo o tempo, um mar de rosas.

Muitas vezes é preciso fazer sacrifícios pessoais, atribuindo a si e ao seu comportamento as causas de sucessos e fracassos.  Assumindo a responsabilidade pessoal pelos resultados obtidos.

8 – Busca de informações: A máxima “conhecimento é poder” também se aplica ao universo empreendedor. Para tornar-se uma referência e uma autoridade na sua área, você precisa, primeiro, conhecê-la a fundo. Dedique-se a obter informações que podem ajudar o seu negócio e fazê-lo crescer. Identifique e siga perfis de pessoas que atuam no mesmo nicho que você e que já alcançaram o sucesso. A internet é a ferramenta ideal para isso.

Busque inspiração e conhecimento!

9 – Estabelecimento de metas: Para sair de onde você está, primeiro você precisa saber ONDE e QUANDO quer chegar. É essencial estabelecer metas, ter visão de longo prazo, claro e específico, e objetivos mensuráveis e de curto prazo. Você precisa ter um forte senso de quais são os seus objetivos e impactos disso nos seus serviços. E, principalmente em seus negócios. Você também pode assistir ao vídeo que ensina passo a passo a metodologia SMART para escrever as suas metas. Ela é muito conhecida e muito eficaz. Se não for SMART, é auto enganação. 

10 – Monitoramento e planejamentos sistemáticos: Por fim, não adianta fazer tudo isso se, no final, você não monitorar os seus resultados atingidos. A partir do monitoramento sistemático você vai identificar o que não está dando certo no seu negócio, e corrigir rapidamente. O que está te trazendo bons resultados e vale a pena manter. Criando assim, uma estratégia personalizada e certeira, planejando os seus próximos passos. Não existe empreendedorismo sem planejamento, e é isso que vai ajudar a sua empresa a sobreviver aos momentos de crise.

Fuja do Perfil Ideal de Empreendedor!

Você já deve ter percebido que, o possuidor de todas essas características citadas, seria alguém muito especial, difícil de existir. O “empreendedor perfeito”. Mas isso, na realidade, não existe. Não existe um perfil totalmente ideal de empreendedor. Estas características não são um limitante para a atuação empreendedora, caso você não possua ou tenha deficiência em alguma delas. Sucesso é resultado da sintonia entre o cumprimento de ideias que resolvam problemas de pessoas juntamente com as habilidades pessoais. O importante é saber que, essas tais habilidades e características empreendedoras, podem ser aprendidas e desenvolvidas ao longo da vida.

Além dessas competências essenciais que, quando aprendidas e desenvolvidas vão aumentar as suas chances de sucesso. Os empreendedores atuais tem um grande aliado na sua jornada: o marketing digital. Hoje, o marketing digital é a grande alavanca e trampolim para sua empresa ou negócio, seja ele um negócio online ou offline, e pode ser o diferencial entre o seu sucesso e o seu fracasso. No meu eBook, “Mudar, Reinventar e Empreender”, que você pode baixar gratuitamente clicando AQUI ou na imagem abaixo, eu te mostro, com base na minha própria jornada empreendedora, como utilizar as estratégias e infinitas possibilidades do marketing digital para levar o seu negócio para o próximo nível! Mais de 5.000 pessoas já fizeram o download, e se você ainda não é uma delas, faça agora.

Atenção: Na última página do eBook, você pode se inscrever na lista de espera do Empreenda-se. Meu programa online de coaching e mentoria, lançado em 2015 que terá seu relançamento agora, já no começo de 2016. Então, se você quer ser um dos primeiros a saber dessa nova oportunidade.

Quer concretizar o seu sonho de empreender, trabalhar com paixão e ser dono do seu tempo. Baixe o eBook e se inscreva na nossa lista!

EXTRA: CONSTRUA A SUA AUTORIDADE DIGITAL!

Além de todas essas competências, existe um elemento que pode ser essencial e decisivo no sucesso da sua jornada empreendedora: a Autoridade Digital.

Descubra como a estratégia da Autoridade Digital vai te ajudar a aumentar os seus ganhos financeiros. Atraia os clientes certos e que pagam bem. Tenha muito, mas muito reconhecimento na sua área de atuação, te transformando em um profissional referência dentro do seu nicho.

Conheça o curso online Alquimia da Autoridade, um treinamento 100% online onde apresento um método eficaz e sustentável. Testado e comprovado por mim, durante a minha própria trajetória de transição de carreira. Com esse método eu construí uma presença digital sólida e conquistei autoridade na minha área de atuação.

Você irá aprender a gerar e publicar conteúdo que constrói autoridade. A tornar-se um profissional requisitado, atraindo os clientes que pagam mais pelo seu trabalho e construindo uma marca pessoal única.

post sobre autoconhecimento mulher em dúvida

Autoconhecimento e dinheiro: o que tem a ver?

Se você tem adiado demais um projeto pessoal, esse artigo é para você. Talvez a falta de coragem para realizá-lo, ou de foco, esteja em outra falta: a de autoconhecimento. Na maioria das vezes, as pessoas alegam: “eu quero fazer algo mas não tenho dinheiro”; “eu quero empreender, mas não o faço por falta de recursos financeiros”.

No fundo, a falta de dinheiro é uma consequência e não uma causa. É a falta de algo que te mova de verdade, que te faça entrar na pista de “alta velocidade da abundância”, algo que só vem com muito autoconhecimento.

Eu descobri no autoconhecimento o fim da era da escassez. Nunca mais repeti que “não tenho dinheiro” para isso ou aquilo. Percebi o quanto a minha palavra tem poder. O quanto eu precisava criar a realidade da abundância primeiro em minha mente para dar espaço para ela acontecer em minha vida. Hoje, me sinto em abundância e isso traz dinheiro e felicidade juntos. Autoconhecimento e contribuição juntos me proporcionaram esse novo caminho.

Tenho recebido algumas dezenas de e-mails de pessoas refletindo sobre carreira, vida, propósito e a vontade de empreender que tantos de nós carregamos ao longo da vida. Nada menos que 80% dos brasileiros estão insatisfeitos com seus empregos e querendo se libertar. Nada menos do que 61% dos brasileiros declaram que pretendem abrir um negócio nos próximos anos, em Pesquisa da Endeavor, realizada sobre o cenário atual de  empreendedorismo no Brasil.

E como se começa a realização de sonhos e projetos? Primeiro, nas reflexões, na mente. A nossa realidade somos nós quem criamos. E o autoconhecimento é o começo dessa jornada.

Portanto, dê uma chance para algumas reflexões em sua vida que vão te gerar PROSPERIDADE! Se você se reconecta com o que você tem de melhor e coloca seus talentos a serviço do mundo, você multiplica muito suas chances de ganhar a remuneração que merece. Isso é prosperidade: quanto mais você se conhece, mais você consegue ajudar e mais ganha dinheiro ao escalar o seu conhecimento e impacto no mundo.

O que é prosperidade para você? Gerar riqueza? Ter propósito? Ter qualidade de vida? Liberdade? Ser dono do seu tempo? Para mim certamente é tudo isso. E tudo bem se for diferente para você, pois prosperidade e sucesso é algo muito pessoal.

E se você tem adiado demais algum projeto pessoal, sonhos e desejos, está mais do que na hora de repensar. E nunca é tarde. Eu, como coach, tenho falado diariamente para clientes sobre a necessidade de mudar o mindset e pensar de forma próspera o tempo todo, vigiar o pensamento mesmo! E como você faz isso? Com autoconhecimento e mudança de modelo mental.

Quando você ativa na sua mente o software dos empreendedores prósperos, você faz algo chamado “modelagem do sucesso”. Só assim você conseguirá dizer “não” para o seu medo, dizer “não” para a sua auto sabotagem e começar a tirar do papel tudo aquilo que sonhou.

Modelar é “copiar” as características de sucesso do outro que você admira!

Se você ainda não está no nível que queria nos seus negócios, na sua vida profissional e pessoal, antes de se limitar nas crenças de que isso não é para você, de que você não é boa o bastante, simplesmente pare e se pergunte: “quem consegue o que eu quero?”. Se existem pessoas conseguindo, existe um caminho, um meio de chegar lá. E você pode aprender a trilhá-lo, mesmo com todas as pedras do caminho. Você pode copiar um comportamento de sucesso antes de dizer “não é para mim”.

Você começar a seguir o passo das pessoas que estão chegando lá. Ouvindo os seus conselhos, conhecendo suas histórias, seus bastidores, erros e acertos. O que estou dizendo é: copie o comportamento e atitudes de quem chegou lá! Copie e coloque um elemento diferente, a sua autenticidade. E pronto! Siga com consistência nesse caminho e o resto é só ter um pouco de paciência e trabalhar.

Existe um livro, cujo título ensina: Roube como um artista! Não há mal nenhum em você modelar e criar o seu próprio legado, se inspirando em outras pessoas. E novamente: o que o autoconhecimento tem a ver com fazer dinheiro? Somente o autoconhecimento vai fazer você domar os seus medos e dominar a sua mente.

E agora, o que te impede de começar a pensar assim?! Inicie as buscas…

leve sua vida para outro nível talento você tem

Talento: Pare de superestimá-lo e leve sua vida para outro nível

A primeira coisa que quero despertar a sua consciência nesse artigo é para o fato de que TODOS nós acabamos superestimando a importância do talento para o nosso desempenho na vida pessoal e profissional.

Por outro lado, subestimamos a nossa capacidade de aprender novas habilidades.

Isso faz com que a grande maioria acredite que não nasceu para algo ou que não é capaz de aprender. Este é mais um entre tantos reflexos da nossa mente condicionada, sempre querendo nos manter na zona de conforto. Aquele lugar bem conhecido no qual realizamos atividades com uma menor sensação de esforço.

Ou seja: é mais “cômodo” nos dedicarmos a realizar tarefas para as quais acreditamos que somos mais “talentosos”. Nossa mente dá um jeito de nos manter confortáveis com essa ideia. Já que essa é uma reação que teoricamente não provoca “dor”, a dor inerente a todo processo de aprendizado.  

Quantas vezes você já deve ter olhado com admiração para alguém que tem um dom específico. Ou que atua em alguma atividade que você teria muito interesse. E, imediatamente, você repete para si próprio a historinha de que aquilo não é pra você por falta de “talento”. Mais uma vez, esses mitos fazem parte do nosso sistema de crenças. Que cismam em cumprem um papel de limitar o nosso potencial na vida.

Esse tema torna-se ainda mais relevante e libertador em um mundo no qual tantas oportunidades se apresentam. Especialmente com o crescimento acelerado do empreendedorismo e com a internet nos abrindo tantas possibilidades, de conhecer e experimentar mais.

Infelizmente, sofremos um grande impacto da educação escolar e familiar voltadas para a cultura do emprego e não do empreendedorismo. E isso nos priva, não apenas de exercitar os nossos talentos naturais. Como de descobrir novos caminhos através do desenvolvimento de habilidades.

Vamos agora conversar sobre alguns elementos chave para desconstruir essa frustração. Abrindo a sua mente para novas possibilidades de experimentar e desempenhar aquilo que te faz feliz.

Vamos a eles:

  • A nova ciência tem se dedicado ao estudo do nosso cérebro de forma muito intensiva nos últimos anos. E isso levou, naturalmente, a investigações mais específicas sobre a questão dos talentos e habilidades. Esses estudos tem como ponto central a mielina. É uma espécie de isolante que cobre células do cérebro. E é responsável por conduzir, de forma mais rápida, os impulsos nervosos e impedir que eles se dispersem.
  • Nos últimos 100 anos os cientistas acreditaram que essa substância, por ser isolante, seria um elemento inerte. Ou seja, não reagente a nada. No entanto, as novas conclusões mostram que ela é capaz de reagir. Além de ganhar potencial a partir de impulsos elétricos que vem da prática. E é aqui que entra a certeza de que é possível adquirir novas habilidades, em praticamente qualquer coisa. Através da repetição e prática, em vez de contar apenas com o seu talento.
  • O escritor americano, Eric Hoffer, disse uma vez:

    “Dizem que o talento cria suas próprias oportunidades. Mas, às vezes, parece que a vontade intensa cria não apenas suas próprias oportunidades, mas seus próprios talentos”.

  • Adquirir novas habilidades dentro daquilo que você deseja ganha, então, uma nova perspectiva, aquela em que você entende o poder de aprender praticando, independente dos talentos que você considera natos.

Ainda segundo os estudos, o aumento do potencial é proporcional ao número de horas de treinamento. A observação mostrou que, toda vez que uma repetição é executada, ou seja, a prática. Mais uma camada de mielina é acrescentada sobre essas células nervosas. A condução dos impulsos vai ficando cada vez mais rápida e a habilidade vai se formando. Ou seja, a repetição e prática juntos são os pais da habilidade.

Cabe a nós agirmos com consistência sobre um determinado desafio. Colocando-o em prática sempre, e ficando cada vez melhores nele.

Aproveito para fazer um gancho com uma dica muito difundida nos dias de hoje. Aproxime-se de mentores e pessoas que você admira e que possuem as habilidades que você precisa. Observe-as com detalhes e pratique o que elas fazem. O bom mentor é aquele que te coloca em constante contato com novos desafios, no limite da sua capacidade atual. Afinal, já tem a sua mente tentando te fazer criar raízes na zona de conforto. Você não precisa de um mentor te estimulando a fazer o mesmo. Portanto, dispense mentores que não estimulam os desafios e não te convocam para um próximo nível de habilidades.

Esse processo de reforço das camadas de mielina é muito presente nos atletas de alta performance. Por exemplo, o que acaba diferenciando-os da grande maioria. O treinamento intensivo proporciona a eles uma espécie de “superfibra”, que conduz impulsos nervosos cada vez mais rápidos e precisos. Ou seja, altamente mielinizados.

Algo interessante de se saber é que a mielina é produzida em ondas durante a infância. E cria os nossos picos de aprendizado. Aos 50 anos chegaremos no auge da concentração de mielina em nosso sistema nervoso. Porém, ainda com muita capacidade de aumentá-la do ao longo dos anos que se seguem. Já ouviu aquele ditado popular “cachorro velho não aprende truque novo”? No nosso caso, felizmente, ele não passa de crendice, como comprova esse estudo.

Que demonstra que somos capazes de aprender novas habilidades em qualquer idade e fase da vida.

Isso me faz lembrar a minha querida mãe, que sempre sonhou com a dança. Mas por inúmeros motivos ao longo da vida não conseguiu praticar. Eis que em sua festa de 60 anos, no ano passado, surpreendeu a todos com uma apresentação de dança ao lado de um instrutor que contratou. Apenas para treiná-la para este dia. Era possível ver os queixos caídos de surpresa com a sua atitude. Foi uma emoção só ver a minha mãe acreditando no seu potencial. Além de jogar fora, pra bem longe qualquer crença limitante que pudesse impedi-la de viver aquele momento.

Um outro elemento interessante do estudo é que, uma vez que a mielina envolve as fibras, não tem como ser removida. Isso quer dizer que você estará gerando para sua vida novos hábitos cada vez mais difíceis de serem removidos. Talvez você já tenha escutado por aí que somos “criaturas de hábitos”, e isso se deve exatamente a esse processo de alto revestimento das fibras com a mielina. É isso que transforma um hábito em algo mais isolado e mais difícil de ser interrompido.

Por isso, qualquer processo de mudança, passa necessariamente pela nossa capacidade de acrescentarmos hábitos novos que possam substituir os antigos. No sentido de ganhar o seu espaço, já que eliminar hábitos antigo é algo tão difícil, dizem os cientistas. Então se você quiser um hábito novo, sinto muito, você vai ter que praticar para tê-lo! Intitular uma nova rotina para que ela se torne um hábito. Uma fibra espessa da categoria “eu posso, eu consigo, eu mereço”.

As conclusões envolvendo a mielina valem para quaisquer áreas da vida. Como esportes, música, tecnologia, artes, trabalho, leitura e sempre será possível desenvolver uma nova habilidade. Ainda que você não tenha experimentado um talento natural.

Talentos são importantes e bem vindo e todos nós somos dotados de alguns. Mas pare e pense: se a ideia de talento está servindo para te limitar, esqueça e vá buscar o que deseja. Como? Somente através da prática e repetição, multiplicando as suas camadas de mielina sobre as células nervosas.

Agora, me diga: não é estimulante pensar que, a qualquer momento da vida, podemos fazer novas escolhas? Entendendo mais cientificamente o quanto a motivação, repetição e prática podem nos levar no nível que nos propomos a realizar? E, consequentemente, estaremos constantemente mudando de nível de realização e sucesso naquilo que desejamos para a nossa vida.

Para finalizar, eu quero que você olhe à sua volta: como você pode transformar oportunidades de qualquer natureza, de hobbies a negócios, em novas habilidades, ou melhor: vamos chamar de novos talentos adquiridos. Acredito que a palavra de ordem seja “ação”. Quebre qualquer inércia que ainda persista e entre em ação pelos seus sonhos. O seu potencial expande na medida em que você expande o seu poder de agir.

Como nunca é tarde para começar algo novo, eu te convido a conhecer as histórias e conhecimentos que eu compartilhei no meu livro MUDAR, REINVENTAR e EMPREENDER. Você, certamente, vai se sentir mais preparado e apto para dar novos passos após essa leitura.