Posts

iscas ou recompensas digitais caroline caracas

4 iscas ou recompensas digitais para aumentar a geração de leads

Nós precisamos falar sobre Leads. Sabe por quê? Porque toda estratégia de Marketing Digital eficiente envolve a captação e a nutrição deles. A definição de leads é bem simples. Um lead é uma pessoa que tem, de alguma forma, interesse nos produtos ou serviços da sua empresa. Ou seja, ele é um cliente em potencial. Então, precisamos aprender sobre iscas ou recompensas digitais!

O lead é uma forma de qualificação de um contato. Em geral, é aquele usuário que baixou um conteúdo gratuito no seu site ou página de captura. Em troca deu suas informações de contato, como nome, e-mail e telefone, por exemplo. Ele faz isso na hora de baixar um e-book, uma vídeo aula, infográfico, ou qualquer outro tipo de recompensa digital.

Leads não são aquelas pessoas que visitaram a sua página na internet. Esses são apenas visitantes, que é um estágio anterior. Pode ser que o número de visitantes no seu site seja bem alto. E com certeza uma porcentagem desses visitantes possui interesse nos produtos ou serviços da sua empresa. Mas, se eles forem apenas visitantes, você não terá nenhuma informação sobre eles, serão apenas números.

E, sem possuir informações (especialmente o e-mail), você não conseguirá interagir com esses possíveis clientes potenciais. Ou seja, eles não viram efetivamente leads.

O grande problema de algumas empresas é se preocupar apenas em receber visitantes no seu site. Por isso, milhares de pessoas visitam a sua página todos os meses e você não continua o relacionamento com elas. A informação mais valiosa dessa pessoa é o e-mail. Grandes oportunidades de negócio começam com uma construção de uma lista de potencias interessados. São devidamente armazenados em uma ferramenta de emails, com a qual você irá se relacionar com conteúdos relevantes e atrativos.

Um ciclo de geração de leads começa, exatamente, com uma landing page (página de pouso) bem criada, focada em conversão de visitantes para leads, e com um conteúdo de qualidade e gratuito para captura desses contatos.

Veja uma lista de 4 tipos de conteúdo que funcionam muito bem como isca ou recompensa digital:

1. e-Books

Os e-books, ou livros digitais, viraram febre e continuam crescendo no gostos dos entusiastas da tecnologia. E, por isso, aparecem como uma das opções mais usadas para geração de leads. A vantagem do e-Book é que, com ele, você pode se debruçar em um determinado tema. E explorá-lo em um nível que não seria possível em um  post nas redes sociais ou no seu blog, por exemplo.

Para produzi-lo, uma estratégia que você pode usar é planejar o conteúdo do e-Book utilizando um mapa mental. Nele, você organiza as suas ideias e inspirações antes de começar a escrever. E separa os tópicos a serem abordados e os agrupa em capítulos. Na hora de colocar a “mão na massa”, vai estar tudo mais organizado e esquematizado para você. 

Agora, para pensar o conteúdo do seu e-Book, você precisa mapear as personas do seu negócio. Uma persona é a representação de um cliente ideal da sua empresa. Ou seja, um personagem fictício que reúne as principais características dos seus consumidores. Não só características demográficas, mas, principalmente as dores e sonhos dessa pessoa).

O seu objetivo no e-Book é mostrar a oportunidade, ou seja, mostrar possíveis soluções de como solucionar um problema dele. No e-Book, você está despertando para uma solução que a sua empresa pode oferecer. Por exemplo, sem tentar vender de forma direta, e sim oferecendo conteúdo educativo sobre o tema.

É um formato que funciona muito bem para atrair interessados no seu tipo de conteúdo, produtos ou serviços. Eu mesma já produzi um e-Book como recompensa digital, chamado “Mudar, Reinventar e Empreender”. Ele fala da transição de carreira para o empreendedorismo usando como alavanca o marketing digital.

Você pode baixá-lo gratuitamente nesse link: http://mktminds.co/baixarebookempreendase.

2. Webinários

É um formato também bastante difundido para produção de conteúdo e muito usado, principalmente, em lançamentos de produtos ou serviços digitais. O webinário é uma aula/encontro online e que gera muita proximidade e conexão por ser ao vivo.

Fazer um webinário tem um custo relativamente baixo ou mesmo custo zero: a princípio, você só precisa do seu computador e já é possível realizá-lo através da ferramenta google hangouts, que é gratuita. Se quiser ter um pouco mais de recursos para poder fazer enquetes e colocar botões de vendas durante a apresentação, existem ferramentas que possuem algum custo, mas é relativamente baixo, já que você pode utilizar a ferramenta várias vezes.

Outro ponto interessante é que um webinário pode ser ao vivo ou até mesmo gravado. No caso de ser ao vivo, existe a vantagem de interagir e conectar-se mais com as pessoas na hora, o que gera confiança. Se for fazer vendas durante o webinário, o fato de ser ao vivo costuma ter uma das maiores taxas de conversão em vendas, porque você tem a chance de quebrar as objeções das pessoas ali, na hora. Depois, você utiliza a gravação que estará no seu canal do youtube para fazer uma nova divulgação e continuar atraindo mais leads.

Agora, se você está pensando “não, isso não é pra mim, eu não sei gravar vídeos para a internet” ou “eu não fico bem e não sei falar em frente de uma câmera”, saiba que você não é o único, mas que pode mudar as suas crenças. Essa é apenas mais uma das nossas crenças limitadoras e que precisa ser eliminada se você quiser dar mais esse passo em direção ao seu sucesso.

Sim! Qualquer um de nós pode compartilhar a sua mensagem com o mundo, e começar a fazer webinários é uma ótima forma disso acontecer.

Nesse assunto, eu te recomendo fortemente o curso do Bruno Pinheiro, “Webinars que Vendem”,  onde você vai aprender e ter acesso as melhores técnicas online para a produção de um webinário campeão em vendas. Você vai conhecer os passos do início, partindo da criação da página do Webinar, sobre o que colocar nela, como gerar tráfego para convidar pessoas e o script perfeito de vendas. Essa pode ser a alavanca que você estava precisando para levar o seu negócio para o próximo nível, então, clique AQUI para saber mais.

3. Templates

São, basicamente, modelos prontos para serem usados em qualquer contexto, como planilhas, apresentações ou qualquer coisa que facilite determinado trabalho. Os templates funcionam muito bem para atrair leads de qualidade por conta do seu apelo extremamente prático.

Por isso, esse tipo de material precisa ser auto explicativo ou possuir um conteúdo instrucional. A maioria das empresas constrói uma série de templates para seus próprios processos internos. E esquecem que seus potenciais clientes podem ter as mesmas necessidades. Ao compartilhar ideias criativas que você usa para melhorar o seu dia a dia, você ganha autoridade ajudando outras pessoas. E ainda pode gerar muitos leads.

4. Ferramentas

As ferramentas vão além dos templates, e ajudam seus potenciais clientes a resolverem problemas mais complexos. Que somente um template não resolveria.

Ela pode tanto ser uma parte da sua própria solução como algo totalmente novo. No caso de ser uma parte da sua solução, as ferramentas tem ainda um papel importante. Que é o de avançar o Lead no processo de compra (ciclo de vida do cliente). Pois dão um “gostinho” de como o trabalho seria melhor com a solução completa.

Na nossa página de Donwloads, aqui no blog da Marketing Minds, você tem bons exemplos de ferramentas que disponibilizamos gratuitamente como a Planilha Swot, Pirâmide de Compradores, Esquema de Inbound Marketing, entre outras. Clique AQUI para conhecer e baixar as nossas ferramentas.

Você precisa conhecer as melhores formas de converter seus visitantes em leads, para aumentar os resultados do seu negócio. Se o seu marketing não estiver gerando leads, ou estiver com um custo-por-lead muito alto, então você precisa urgentemente rever a sua estratégia.

As iscas ajudam muito, mas, para maximizar os resultados e aumentar a sua taxa de conversão, é importante pensar em duas coisas:

1) criar boas Landing Pages, que transmitam segurança para o visitante de que os dados não serão utilizados indevidamente, e mostrando que o conteúdo de fato vale a pena;

2) lembrar que não basta gerar os leads, é preciso manter o relacionamento com eles através de conteúdo enviados por e-mail, até que eles estejam prontos para compra.

Comece já a pensar: que dicas você pode dar que ajudariam a resolver problemas na vida dos seus clientes? Aí estará a sua idéia de “isca” digital. Monte a primeira e muitas outras surgirão com o feedback dos seus clientes. Mãos a obra!

Deixe o seu comentário pra gente logo abaixo! Seu feedback é indispensável para que possamos ser úteis em nossos artigos.

QUER MAIS?

Descubra como a estratégia da Autoridade Digital vai te ajudar a aumentar os ganhos financeiros, atrair clientes certos que pagam bem. E ter muito, reconhecimento na sua área de atuação, te transformando em um profissional referência dentro do seu nicho.

Conheça o curso online Alquimia da Autoridade, um treinamento 100% online onde apresento um método eficaz e sustentável, testado e comprovado por mim durante a minha própria trajetória de transição de carreira. Com esse método eu construí uma presença digital sólida e conquistei autoridade na minha área de atuação.

Você irá aprender a gerar e publicar conteúdo que constrói autoridade, a tornar-se um profissional requisitado, atraindo os clientes que pagam mais pelo seu trabalho e construindo uma marca pessoal única.