Posts

poder da lista de e-mails

Poder da Lista de E-Mails: passo a passo para criar uma lista poderosa e compradora

Qual é o maior ativo de uma empresa? Um grande escritório? Máquinas e equipamentos de última geração? Não. O seu maior ativo como empresário e empreendedor, seja digital ou offline, é uma lista de e-mails compradora e engajada. A verdade é que, se você ainda não está construindo a sua lista de e-mails, você está deixando dinheiro na mesa. E esse é um luxo que empreendedor nenhum pode se dar!

Imagine que você é um cliente e vai em uma loja onde a pessoa lhe atende de cara fechada. Com má vontade, como se estivesse fazendo isso obrigada. Você já se viu nessa situação? É muito provável que você não se sinta à vontade e nem queira comprar nada dessa loja, não é verdade? Agora, se você é atendido com muita simpatia. Por alguém que se mostra uma pessoa atenciosa e empenhada em resolver seus problemas? É capaz até de você voltar à loja só por conta dela, é ou não é?

Mas e o que isso tem a ver com listas de e-mail, você está se perguntando?

Bem, a sua lista é uma das ferramentas mais poderosas e eficazes que você pode usar para mostrar que se importa com o seu público. Isso significa que a lista será o seu vendedor com um sorriso no rosto, mas na internet. E para qualquer tipo de negócio, seja online ou offline, ter um bom relacionamento com o cliente é essencial!

Por isso, uma lista de e-mails engajada é o maior patrimônio que uma empresa pode ter. Afinal, como diz um velho ditado de Marketing Digital, “the money is in the list!” (o dinheiro está na lista). E se você já tentou divulgar um produto ou serviço através das redes sociais e do e-mail. Tenho certeza que você já notou como o e-mail converte MUITO melhor. Isso porque o e-mail marketing tem o poder de criar relações muito mais personalizadas com os clientes e aproximá-los da sua marca. Além de manter uma comunicação muito saudável e direta.

Mas, eu preciso que você saiba que, quando falamos de lista de e-mail e e-mail marketing, sempre tenha isso em mente. Quantidade está longe de significar qualidade.

Às vezes, uma lista com 10, 20, 30 mil pessoas, não é garantia de muitas vendas, e eu tenho duas razões para isso.

A primeira é a falta de estratégia de captação e geração de leads qualificados para a sua lista. A segunda é que, tão importante quanto ter uma lista de e-mails, é se relacionar com essa lista. Entregando conteúdo de valor para ela e não apenas tentando vender o seu produto ou serviço.

Por isso, ter uma lista grande não quer dizer nada. O que importa mesmo é como você conseguiu a lista e o que você faz com ela. Como dizem por aí, tamanho não é documento. A dica aqui é motivar a pessoa a criar um relacionamento com você. Mostre que assinar a sua lista trará vantagens pra ela. Mas tenha em mente, quando fizer isto, significa que está prometendo aquela pessoa que seus e-mails terão conteúdos de valor. E promessa é dívida, hein?!

Claro que, o caminho é longo e trabalhoso até você conseguir consolidar uma lista de e-mails e contatos explosivos, compradores e altamente engajados. Mas acredite, funciona e se paga.

E para te ajudar nessa jornada, vou te mostrar alguns passos, que você pode replicar na sua empresa, de como criar essa lista de leads do zero. Dá só uma olhada:

#Passo 1: Preparação para gerar leads

Primeiro, não comece nada antes de definir um nicho e conhecer muito bem a sua persona (público-alvo). Escolher um nicho pode parecer difícil, mas é de extrema importância que você tenha isso muito bem definido. Dessa forma, você poderá criar uma estratégia segmentada, personalizada e certeira de geração de leads.

Após definir o seu nicho de negócio e o seu público-alvo, você deve montar a sua persona. Persona é uma espécie de “avatar”, uma personificação do seu cliente ideal. Que reúne as principais características dos seus consumidores (não só características demográficas, mas, principalmente as dores e sonhos dessa pessoa).

Você deve saber exatamente qual o perfil do público que compraria de você, quais seus desejos, necessidades, dores, quanto ele pode gastar com o seu produto. Cada negócio é único e por isso essas escolhas vão depender das suas especificidades. Levante um relatório completo da sua persona, isso também vai te ajudar muito na hora de escrever seus e-mails.

#Passo 2: Geração e captação de leads qualificados

Existem inúmeras possibilidades de ofertas para atrair leads, e cabe a você identificar o que é mais atrativo para o seu público. AQUI no blog nós já possuímos um artigo bem completo sobre geração e captação de leads, inclusive com uma lista de 4 tipos de conteúdo (os mais usados pelas empresas) que funcionam muito bem como isca ou recompensa digital para captação de leads. Eu recomendo que você vá lá, leia o artigo e depois volte aqui para continuar a leitura desse. Eu espero.

Para ler o artigo 4 tipos de iscas ou recompensas digitais para aumentar a sua geração de leads.

#Passo 3:  Criação de Landing Page para conversão

Depois de pensar em qual oferta é mais relevante para o seu público alvo, é preciso fazer a troca. Oferecendo a oferta pelas informações do usuário. Para isso, você vai precisar de uma Landing Page ou Página de Captura (ao pé da letra, significa “página de pouso”). É uma página designada exclusivamente para a conversão e pensada de forma que a Landing Page represente exatamente o conteúdo que se quer encontrar. Ou seja, deve ser objetiva, segmentada, específica.

Uma Página de Captura eficiente e bem produzida, levando em conta algumas técnicas de otimização, como uso de Call To Action e Teste A/B, por exemplo. É capaz de gerar altas taxas de conversão para o seu negócio. Ela irá garantir que uma maior quantidade de pessoas entrem em contato com a sua marca. Transformando usuários em clientes e fazendo com que uma pessoa não somente visite o site, mas interaja e pratique uma ação, realizando uma conversão.

O layout da sua Landing Page é fundamental, pois é a primeira coisa que o cliente visualiza. Como diz o velho ditado: “a primeira impressão é a que fica”. Você precisa trabalhar em um design que seja profissional e atrativo. Mas que ao mesmo tempo não desvie a atenção do visitante para o foco principal. Que é adquirir o seu produto em troca das informações pessoais. Você também precisa pensar no texto que explica a oferta, de forma que transmita o valor da mesma e o benefício para o visitante. E, por fim, escolher de forma inteligente quais as informações exigidas na conversão (campos do formulário).

#Passo 4:  Geração de valor para a sua lista

Depois que o seu visitante preencheu o formulário de conversão da sua Página de Captura e adquiriu o seu produto, ele se tornou um lead qualificado da sua empresa. E agora faz parte da sua lista de e-mails. O próximo passo é começar a se relacionar com essa pessoa. E o relacionamento que você mantem com a sua lista é fundamental para que você aumente sua receita sem ter que aumentar o custo de divulgação.

No relacionamento com a sua lista de e-mails o importante é gerar valor e não apenas enviar um e-mail quando for tentar vender um produto ou serviço. A dica pra você aqui é utilizar a regra do 80/20: 80% do que você for entregar para a lista de e-mails deve ser um conteúdo muito relevante para o seu público. Ou seja, um conteúdo que vai ajudar a curar uma dor da sua audiência.

Você tem agora 20%, que deve ser destinado à vendas. Afinal, através do conteúdo que você gerou, você ganhou credibilidade e a confiança da sua audiência. E, além de existir o relacionamento de troca, eles já estarão prontos para comprar de você.

Mas lembre-se: Procure oferecer conteúdos relevantes, de valor, informativos e não promocionais, além de recompensas para o seu público. Gerar valor vai gerar também confiança do seu público, e vender para uma lista que confia em você é bem mais fácil.

#Passo 5: Avaliação de resultados

Na hora de analisar o retorno gerado por uma lista de e-mails, é importante não se precipitar. É preciso levar em consideração uma série de fatores e contextos. É importante que você saiba o que está acontecendo. Que faça análises a cada período e entenda as perspectivas reais do seu negócio. Você precisa saber, por exemplo, quais os canais que você tem trabalhado. E quais deles são os grandes responsáveis pelo seu resultado. E também quanto tem custado gerar um lead qualificado em cada canal.

Essa análise vai te ajudar a entender o que tem funcionado e o que não tem funcionado bem na sua estratégia. Para que você possa corrigir e/ou cortar os erros e investir mais nos acertos. O importante não é acertar de primeira, mas aprender com os seus erros e corrigi-los rapidamente. Erre bastante, rápido e barato!

Mas atenção: esse é um aviso e uma dica muito importante, principalmente para você que está começando agora sua jornada no Marketing Digital.

E, como todo empreendedor deseja aumentar sua lista de e-mail: NUNCA compre listas de e-mail prontas!

Esse é o caminho mais rápido para o fracasso da sua estratégia de e-mail marketing. Além de você sujar seu nome e gasta dinheiro no processo. O engajamento dessa lista tem grandes chances de ser extremamente baixo, já que as pessoas não conhecem você ou seu trabalho.

É importante você ter uma estratégia se quiser vender para a sua lista, não basta apenas ficar oferecendo produtos sem gerar valor e criar confiança para seus leads. O processo de construir e consolidar uma lista de e-mails engajada, com uma audiência que conhece você, o seu trabalho, confia e compra de você é longo, é verdade. Mas acredite, as recompensas e os resultados futuros, não só para o seu negócio. Mas também para te ajudar a se tornar uma Autoridade Digital no seu nicho, serão incríveis e altamente positivos.

Eu recomendo fortemente que você siga essas dicas. E invista em tempo para se dedicar a sua lista, gerar conteúdo e se relacionar com ela. Com certeza você poderá colher bons frutos.

Por fim, uma dica: ficar respondendo e enviando dezenas, até centenas de e-mails por dia, manualmente, é inviável. Existem inúmeras ferramentas no mercado de automação de e-mails e gerenciamento de listas, criação de funis de e-mails e etc. Tudo o que precisa para não só criar um relacionamento com essa lista, mas mantê-lo e otimizá-lo. Assim, fica muito mais fácil se comunicar com a sua lista, e vai lhe poupar muito tempo. É isso que vai transformar a sua lista em uma lista compradora e de alta performance!

A ferramenta que eu uso e recomendo é o Infusionsoft, uma ferramenta poderosa de e-mail marketing e que é uma solução completa para os pequenos e médios empresários conseguirem administrar suas vendas e atividades de marketing. O Infusionsoft pode fazer muito pelo seu negócio, seja ele online, como um e-commerce, ou uma loja física. Sendo  uma solução de vendas/marketing/e-mail completamente automatizada. Se você quiser conhecer mais sobre o Infusion, pode acessar esse link: http://mktminds.co/infusionsoft

Outra ferramenta, essa nacional, muito usado pelos micro e pequenos empreendedores é a Lead Lovers. Menos completa e sofisticada do que o Infusion, mas com a vantagem de ser mais barata e acessível, a Lead Lovers também vai proporcionar automação de e-mails, gerenciamento de leads e criação de máquinas e funis de e-mail. Clique aqui para conhecê-la: http://mktminds.co/leadlover

Deixe o seu comentário pra gente logo abaixo! Seu feedback é indispensável para que possamos ser úteis em nossos artigos.