Posts

Como ter um Mentor pode alavancar os seus resultados pessoais e profissionais

Luke Skywalker tem o Mestre Yoda. Harry Potter tem Dubledore. Frodo, o Hobbit, tem Gandalf. A maioria das pessoas, durante a vida, sempre teve alguém que as ensinasse alguma coisa. Até os heróis. Para nós, meros mortais, a figura do mentor aparece na forma de mãe, pai, avô, avó, tio, tia… Não importa. Nós seguimos os passos de pessoas que podem e devem ser uma fonte permanente de inspiração e conhecimento para nós.

Quando criança, todos nós já tivemos um super-herói que nos inspirava, que nos ensinava a sermos melhores, a ajudarmos aqueles que precisam de ajuda pra gerarem mais coragem, responsabilidade, ética e altruísmo. E copiá-los é um aprendizado poderoso. É como ter um mentor.

E um mentor é uma pessoa que, pela sua sabedoria ou experiência, ajuda outra como guia ou conselheiro. Ele faz com que as situações complexas se simplifiquem. Ele inspira. E eles possuem um forte impacto no nosso desenvolvimento pessoal e profissional, servindo como guia e estimulo para reflexão e a ação, em busca de um resultado superior, tanto pessoal como profissional.

O termo “mentor”, que significa exatamente guia, deriva do grego Méntor, amigo e conselheiro do herói grego Ulisses, da “Odisseia”. Considerado o mais inteligente e engenhoso herói da mitologia, agraciado pelas dádivas da deusa Atena, divindade da sabedoria, até ele precisou da ajuda de um mentor para completar a sua jornada.

E o que seria a nossa vida se não uma verdadeira odisseia? Uma aventura pelo desconhecido e na qual, não raras as vezes, nos encontramos sozinhos, perdidos durante a jornada, sem saber qual caminho seguir e quais passos trilhar. Mas não precisa ser assim. Não precisa ser sempre assim.

É ai que surge a figura do mentor, e a sua importância. Eles nos ajudam a enfrentar as adversidades e os obstáculos do caminho, aprender com os erros, entender melhor os nossos pontos fortes e fracos e, principalmente, a não estancar e não desistir.

Muitas vezes, frente as adversidades, é comum nos sentirmos abatidos e com aquela sensação de desânimo, de falta de coragem para continuar na nossa jornada. É nessa fase em que a maioria das pessoas acaba desistindo e engavetando novamente os seus sonhos, pois se sentem perdidas e sem forças para seguir adiante. A ajuda de um mentor, nesse momento, é fundamental. Alguém que te pegue pela mão e te forneça o incentivo e a ajuda necessários para você romper a apatia e a inércia.

Além disso, possuir um mentor do lado vai te fazer ter maior rapidez na aprendizagem e na adaptação a novos ambientes e situações, maior autoconfiança, mais facilidade na ascensão profissional ou transição de carreira, maior rede de relacionamentos, menos estresse e ainda fazer com que você destrave todo o seu potencial.

Afinal, potencial e capacidade todos nós temos, às vezes, o que falta para atingirmos nossos sonhos e completarmos nossa jornada é tudo uma questão de saber fazer as escolhas certas. Como disse o sábio professor Dumbledore para o seu bruxinho mentorando, “são as nossas escolhas, muito mais do que as nossas capacidades, que revelam quem realmente somos”. Por isso, eu te convido a fazer hoje uma escolha.

E se agora você quer descobrir como um Mentor pode levar o seu negócio e a sua vida financeira para o próximo nível, vou te mostrar o caminho exato para você criar um negócio digital lucrativo, te ajudando a aumentar  a sua receita através dos seus conhecimentos. Eu e meu sócio seremos, durante 6 meses, os seus mentores. Vamos te acompanhar, trabalhando no seu negócio ou na sua ideia, fornecendo insights, processos, dicas e ferramentas para você lançar o seu próprio infoproduto!

Essa mentoria é voltada para pessoas que sonham em lançar um infoproduto digital, que são produtos de conhecimento em formato digital, como eBooks, aulas em formato de webinário, cursos, treinamentos, consultoria e coaching online. Eu irei junto com você, desde o zero, passando pela estruturação completa do seu negócio até que ele comece a render lucros. Você terá acesso a todo o meu conhecimento nesse mercado, meu método de trabalho, estratégias, bastidores dos meus lançamentos, à minha equipe, frameworks e muito mais.

Se você sentiu que esse é o seu chamado e o seu momento, e que eu e meu sócio podemos te ajudar ao longo da sua jornada, faça hoje a escolha que pode determinar o seu amanhã. Clique no botão abaixo e veja como participar:

 

O que o autoconhecimento tem a ver com fazer dinheiro?

Se você tem adiado demais um projeto pessoal, esse artigo é para você. Talvez a falta de coragem para realizá-lo, ou a falta de foco, esteja em outra falta: a falta de auto conhecimento. Na maioria das vezes, as pessoas alegam: “eu quero fazer algo mas não tenho dinheiro”; “eu quero empreender, mas não o faço por falta de recursos financeiros”.

No fundo, a falta de dinheiro é uma consequência e não uma causa. É a falta de algo que te mova de verdade, que te faça entrar na pista de “alta velocidade da abundância”, algo que só vem com muito autoconhecimento.

Eu descobri no autoconhecimento o fim da era da escassez. Nunca mais repeti que “não tenho dinheiro” para isso ou aquilo. Percebi o quanto a minha palavra tem poder. O quanto eu precisava criar a realidade da abundância primeiro em minha mente para dar espaço para ela acontecer em minha vida. Hoje, me sinto em abundância e isso traz dinheiro e felicidade juntos. Autoconhecimento e contribuição juntos me proporcionaram esse novo caminho.

Tenho recebido algumas dezenas de e-mails de pessoas refletindo sobre carreira, vida, propósito e a vontade de empreender que tantos de nós carregamos ao longo da vida. Nada menos que 80% dos brasileiros estão insatisfeitos com seus empregos e querendo se libertar. Nada menos do que 61% dos brasileiros declaram que pretendem abrir um negócio nos próximos anos, em Pesquisa da Endeavor, realizada sobre o cenário atual de  empreendedorismo no Brasil.

E como se começa a realização de sonhos e projetos? Primeiro, nas reflexões, na mente. A nossa realidade somos nós quem criamos. E o autoconhecimento é o começo dessa jornada.

Portanto, dê uma chance para algumas reflexões em sua vida que vão te gerar PROSPERIDADE! Se você se reconecta com o que você tem de melhor e coloca seus talentos a serviço do mundo, você multiplica muito suas chances de ganhar a remuneração que merece. Isso é prosperidade: quanto mais você se conhece, mais você consegue ajudar e mais ganha dinheiro ao escalar o seu conhecimento e impacto no mundo.

O que é prosperidade para você? Gerar riqueza? Ter propósito? Ter qualidade de vida? Liberdade? Ser dono do seu tempo? Para mim certamente é tudo isso. E tudo bem se for diferente para você, pois prosperidade e sucesso é algo muito pessoal.

E se você tem adiado demais algum projeto pessoal, sonhos e desejos, está mais do que na hora de repensar. E nunca é tarde. Eu, como coach, tenho falado diariamente para clientes sobre a necessidade de mudar o mindset e pensar de forma próspera o tempo todo, vigiar o pensamento mesmo! E como você faz isso? Com autoconhecimento e mudança de modelo mental.

Quando você ativa na sua mente o software dos empreendedores prósperos, você faz algo chamado “modelagem do sucesso”. Só assim você conseguirá dizer “não” para o seu medo, dizer “não” para a sua auto sabotagem e começar a tirar do papel tudo aquilo que sonhou. Modelar é “copiar” as características de sucesso do outro que você admira!

Se você ainda não está no nível que queria nos seus negócios, na sua vida profissional e pessoal, antes de se limitar nas crenças de que isso não é para você, de que você não é boa o bastante, simplesmente pare e se pergunte: “quem consegue o que eu quero?”. Se existem pessoas conseguindo, existe um caminho, um meio de chegar lá. E você pode aprender a trilhá-lo, mesmo com todas as pedras do caminho. Você pode copiar um comportamento de sucesso antes de dizer “não é para mim”.

Você começar a seguir o passo das pessoas que estão chegando lá. Ouvindo os seus conselhos, conhecendo suas histórias, seus bastidores, erros e acertos. O que estou dizendo é: copie o comportamento e atitudes de quem chegou lá! Copie e coloque um elemento diferente, a sua autenticidade. E pronto! Siga com consistência nesse caminho e o resto é só ter um pouco de paciência e trabalhar.

Existe um livro, cujo título ensina: Roube como um artista! Não há mal nenhum em você modelar e criar o seu próprio legado, se inspirando em outras pessoas. E novamente: o que o autoconhecimento tem a ver com fazer dinheiro? Somente o autoconhecimento vai fazer você domar os seus medos e dominar a sua mente.

E agora, o que te impede de começar a pensar assim?! Inicie as buscas…

Pare de cortar custos, comece a cortar desperdícios

Todos os anos se repete o momento mais estressante e corrido de uma empresa: seu ciclo orçamentário. Invariavelmente o tempo é curto para o tamanho do trabalho e as pessoas correm pra la e pra cá estressadas para entregar suas “planilhas” dentro do cronograma e então aguardar a “temida” reunião de aprovação com o conselho.

Invariavelmente os gestores, em suas rotinas apagadoras de incêndio, gastam muito pouco tempo avaliando e medindo o passado antes de defender seus números. O que importa é levar uma bela planilha preenchida com uma premissa chave para conseguir sair bem na foto: receitas subindo, custos caindo, afinal papel aceita tudo. Infelizmente é quase sempre assim.

Eis uma grande oportunidade de diferenciação para os gestores em geral, em especial aqui gestores de marketing que já andam bem desanimados ao preverem os cortes que vão encontrar nesse tipo de reunião: se diferenciem pela disciplina de medir cada resultado, de cada ação, por mais difícil que isso possa parecer em determinados casos. Alguns profissionais costumam alegar que as tais ações de “branding” são difíceis de serem medidas e, dessa forma, contam com o “gogó” cada vez menos acreditado para garantir sua “verbinha” para o ano.

Trocar o gogó pela capacidade de colocar métodos e processos de mensuração para tudo, indicadores que façam sentido para cada caso, aí está a sua janela de oportunidade como profissional de marketing. Hora de ficar bem na foto aprendendo a medir!

Uma das frases preferidas dos gurus de negócios “Aquilo que não se pode medir não se pode melhorar”, do físico irlandês William Thomson, já deu origem a uma série de dinâmicas motivacionais e é hoje muito utilizada em treinamentos de equipes para mostrar que as pessoas, quando medidas, se tornam mais ágeis e mais eficientes.

E a grande verdade é que os gestores de marketing não são devidamente preparados e obcecados por métricas como deveriam em um mundo tão competitivo como o de hoje. Eles se tornaram ágeis apagadores de incêndio e reativos às demandas internas da empresa e externas do mercado. É preciso inverter esse jogo e dedicar mais tempo na rotina do dia a dia a medir e avaliar. Isso vai tornar o ciclo de planejamento mais produtivo e com mais foco em resultados e menos em fazer as melhores planilhas, ensaiar a melhor estratégia para convencer a diretoria e quem sabe garantir “as manguinhas” do orçamento.

A melhor estratégia é sempre o resultado, bem mensurado e bem apresentado. O seu presidente sabe fazer contas e garanto que não gastará mais que 2 minutos para aprovar um custo X para um retorno de 2X.

Aí sim você começa a desviar os desperdícios para a linha de custos que dão resultados. Esse é um custo bom que ninguém em sã consciência vai pressioná-lo a cortar. Isso sim é ficar bem na foto.

 


Gostaria de saber mais sobre esse e outros temas que podem colocar o seu negócio na rota de crescimento?

Deixe um comentário abaixo e se inscreva na nossa Newsletter! Responderemos todas as dúvidas e teremos prazer em abordar suas questões em novos artigos. Se isso foi útil para você, sugiro que compartilhe esse artigo em suas redes, ajudando outros empresários e profissionais a alavancarem negócios e melhorarem suas vidas.