Posts

poder da lista de e-mails

Poder da Lista de E-Mails: passo a passo para criar uma lista poderosa e compradora

Qual é o maior ativo de uma empresa? Um grande escritório? Máquinas e equipamentos de última geração? Não. O seu maior ativo como empresário e empreendedor, seja digital ou offline, é uma lista de e-mails compradora e engajada. A verdade é que, se você ainda não está construindo a sua lista de e-mails, você está deixando dinheiro na mesa. E esse é um luxo que empreendedor nenhum pode se dar!

Imagine que você é um cliente e vai em uma loja onde a pessoa lhe atende de cara fechada. Com má vontade, como se estivesse fazendo isso obrigada. Você já se viu nessa situação? É muito provável que você não se sinta à vontade e nem queira comprar nada dessa loja, não é verdade? Agora, se você é atendido com muita simpatia. Por alguém que se mostra uma pessoa atenciosa e empenhada em resolver seus problemas? É capaz até de você voltar à loja só por conta dela, é ou não é?

Mas e o que isso tem a ver com listas de e-mail, você está se perguntando?

Bem, a sua lista é uma das ferramentas mais poderosas e eficazes que você pode usar para mostrar que se importa com o seu público. Isso significa que a lista será o seu vendedor com um sorriso no rosto, mas na internet. E para qualquer tipo de negócio, seja online ou offline, ter um bom relacionamento com o cliente é essencial!

Por isso, uma lista de e-mails engajada é o maior patrimônio que uma empresa pode ter. Afinal, como diz um velho ditado de Marketing Digital, “the money is in the list!” (o dinheiro está na lista). E se você já tentou divulgar um produto ou serviço através das redes sociais e do e-mail. Tenho certeza que você já notou como o e-mail converte MUITO melhor. Isso porque o e-mail marketing tem o poder de criar relações muito mais personalizadas com os clientes e aproximá-los da sua marca. Além de manter uma comunicação muito saudável e direta.

Mas, eu preciso que você saiba que, quando falamos de lista de e-mail e e-mail marketing, sempre tenha isso em mente. Quantidade está longe de significar qualidade.

Às vezes, uma lista com 10, 20, 30 mil pessoas, não é garantia de muitas vendas, e eu tenho duas razões para isso.

A primeira é a falta de estratégia de captação e geração de leads qualificados para a sua lista. A segunda é que, tão importante quanto ter uma lista de e-mails, é se relacionar com essa lista. Entregando conteúdo de valor para ela e não apenas tentando vender o seu produto ou serviço.

Por isso, ter uma lista grande não quer dizer nada. O que importa mesmo é como você conseguiu a lista e o que você faz com ela. Como dizem por aí, tamanho não é documento. A dica aqui é motivar a pessoa a criar um relacionamento com você. Mostre que assinar a sua lista trará vantagens pra ela. Mas tenha em mente, quando fizer isto, significa que está prometendo aquela pessoa que seus e-mails terão conteúdos de valor. E promessa é dívida, hein?!

Claro que, o caminho é longo e trabalhoso até você conseguir consolidar uma lista de e-mails e contatos explosivos, compradores e altamente engajados. Mas acredite, funciona e se paga.

E para te ajudar nessa jornada, vou te mostrar alguns passos, que você pode replicar na sua empresa, de como criar essa lista de leads do zero. Dá só uma olhada:

#Passo 1: Preparação para gerar leads

Primeiro, não comece nada antes de definir um nicho e conhecer muito bem a sua persona (público-alvo). Escolher um nicho pode parecer difícil, mas é de extrema importância que você tenha isso muito bem definido. Dessa forma, você poderá criar uma estratégia segmentada, personalizada e certeira de geração de leads.

Após definir o seu nicho de negócio e o seu público-alvo, você deve montar a sua persona. Persona é uma espécie de “avatar”, uma personificação do seu cliente ideal. Que reúne as principais características dos seus consumidores (não só características demográficas, mas, principalmente as dores e sonhos dessa pessoa).

Você deve saber exatamente qual o perfil do público que compraria de você, quais seus desejos, necessidades, dores, quanto ele pode gastar com o seu produto. Cada negócio é único e por isso essas escolhas vão depender das suas especificidades. Levante um relatório completo da sua persona, isso também vai te ajudar muito na hora de escrever seus e-mails.

#Passo 2: Geração e captação de leads qualificados

Existem inúmeras possibilidades de ofertas para atrair leads, e cabe a você identificar o que é mais atrativo para o seu público. AQUI no blog nós já possuímos um artigo bem completo sobre geração e captação de leads, inclusive com uma lista de 4 tipos de conteúdo (os mais usados pelas empresas) que funcionam muito bem como isca ou recompensa digital para captação de leads. Eu recomendo que você vá lá, leia o artigo e depois volte aqui para continuar a leitura desse. Eu espero.

Para ler o artigo 4 tipos de iscas ou recompensas digitais para aumentar a sua geração de leads.

#Passo 3:  Criação de Landing Page para conversão

Depois de pensar em qual oferta é mais relevante para o seu público alvo, é preciso fazer a troca. Oferecendo a oferta pelas informações do usuário. Para isso, você vai precisar de uma Landing Page ou Página de Captura (ao pé da letra, significa “página de pouso”). É uma página designada exclusivamente para a conversão e pensada de forma que a Landing Page represente exatamente o conteúdo que se quer encontrar. Ou seja, deve ser objetiva, segmentada, específica.

Uma Página de Captura eficiente e bem produzida, levando em conta algumas técnicas de otimização, como uso de Call To Action e Teste A/B, por exemplo. É capaz de gerar altas taxas de conversão para o seu negócio. Ela irá garantir que uma maior quantidade de pessoas entrem em contato com a sua marca. Transformando usuários em clientes e fazendo com que uma pessoa não somente visite o site, mas interaja e pratique uma ação, realizando uma conversão.

O layout da sua Landing Page é fundamental, pois é a primeira coisa que o cliente visualiza. Como diz o velho ditado: “a primeira impressão é a que fica”. Você precisa trabalhar em um design que seja profissional e atrativo. Mas que ao mesmo tempo não desvie a atenção do visitante para o foco principal. Que é adquirir o seu produto em troca das informações pessoais. Você também precisa pensar no texto que explica a oferta, de forma que transmita o valor da mesma e o benefício para o visitante. E, por fim, escolher de forma inteligente quais as informações exigidas na conversão (campos do formulário).

#Passo 4:  Geração de valor para a sua lista

Depois que o seu visitante preencheu o formulário de conversão da sua Página de Captura e adquiriu o seu produto, ele se tornou um lead qualificado da sua empresa. E agora faz parte da sua lista de e-mails. O próximo passo é começar a se relacionar com essa pessoa. E o relacionamento que você mantem com a sua lista é fundamental para que você aumente sua receita sem ter que aumentar o custo de divulgação.

No relacionamento com a sua lista de e-mails o importante é gerar valor e não apenas enviar um e-mail quando for tentar vender um produto ou serviço. A dica pra você aqui é utilizar a regra do 80/20: 80% do que você for entregar para a lista de e-mails deve ser um conteúdo muito relevante para o seu público. Ou seja, um conteúdo que vai ajudar a curar uma dor da sua audiência.

Você tem agora 20%, que deve ser destinado à vendas. Afinal, através do conteúdo que você gerou, você ganhou credibilidade e a confiança da sua audiência. E, além de existir o relacionamento de troca, eles já estarão prontos para comprar de você.

Mas lembre-se: Procure oferecer conteúdos relevantes, de valor, informativos e não promocionais, além de recompensas para o seu público. Gerar valor vai gerar também confiança do seu público, e vender para uma lista que confia em você é bem mais fácil.

#Passo 5: Avaliação de resultados

Na hora de analisar o retorno gerado por uma lista de e-mails, é importante não se precipitar. É preciso levar em consideração uma série de fatores e contextos. É importante que você saiba o que está acontecendo. Que faça análises a cada período e entenda as perspectivas reais do seu negócio. Você precisa saber, por exemplo, quais os canais que você tem trabalhado. E quais deles são os grandes responsáveis pelo seu resultado. E também quanto tem custado gerar um lead qualificado em cada canal.

Essa análise vai te ajudar a entender o que tem funcionado e o que não tem funcionado bem na sua estratégia. Para que você possa corrigir e/ou cortar os erros e investir mais nos acertos. O importante não é acertar de primeira, mas aprender com os seus erros e corrigi-los rapidamente. Erre bastante, rápido e barato!

Mas atenção: esse é um aviso e uma dica muito importante, principalmente para você que está começando agora sua jornada no Marketing Digital.

E, como todo empreendedor deseja aumentar sua lista de e-mail: NUNCA compre listas de e-mail prontas!

Esse é o caminho mais rápido para o fracasso da sua estratégia de e-mail marketing. Além de você sujar seu nome e gasta dinheiro no processo. O engajamento dessa lista tem grandes chances de ser extremamente baixo, já que as pessoas não conhecem você ou seu trabalho.

É importante você ter uma estratégia se quiser vender para a sua lista, não basta apenas ficar oferecendo produtos sem gerar valor e criar confiança para seus leads. O processo de construir e consolidar uma lista de e-mails engajada, com uma audiência que conhece você, o seu trabalho, confia e compra de você é longo, é verdade. Mas acredite, as recompensas e os resultados futuros, não só para o seu negócio. Mas também para te ajudar a se tornar uma Autoridade Digital no seu nicho, serão incríveis e altamente positivos.

Eu recomendo fortemente que você siga essas dicas. E invista em tempo para se dedicar a sua lista, gerar conteúdo e se relacionar com ela. Com certeza você poderá colher bons frutos.

Por fim, uma dica: ficar respondendo e enviando dezenas, até centenas de e-mails por dia, manualmente, é inviável. Existem inúmeras ferramentas no mercado de automação de e-mails e gerenciamento de listas, criação de funis de e-mails e etc. Tudo o que precisa para não só criar um relacionamento com essa lista, mas mantê-lo e otimizá-lo. Assim, fica muito mais fácil se comunicar com a sua lista, e vai lhe poupar muito tempo. É isso que vai transformar a sua lista em uma lista compradora e de alta performance!

A ferramenta que eu uso e recomendo é o Infusionsoft, uma ferramenta poderosa de e-mail marketing e que é uma solução completa para os pequenos e médios empresários conseguirem administrar suas vendas e atividades de marketing. O Infusionsoft pode fazer muito pelo seu negócio, seja ele online, como um e-commerce, ou uma loja física. Sendo  uma solução de vendas/marketing/e-mail completamente automatizada. Se você quiser conhecer mais sobre o Infusion, pode acessar esse link: http://mktminds.co/infusionsoft

Outra ferramenta, essa nacional, muito usado pelos micro e pequenos empreendedores é a Lead Lovers. Menos completa e sofisticada do que o Infusion, mas com a vantagem de ser mais barata e acessível, a Lead Lovers também vai proporcionar automação de e-mails, gerenciamento de leads e criação de máquinas e funis de e-mail. Clique aqui para conhecê-la: http://mktminds.co/leadlover

Deixe o seu comentário pra gente logo abaixo! Seu feedback é indispensável para que possamos ser úteis em nossos artigos.

 

iscas ou recompensas digitais caroline caracas

4 iscas ou recompensas digitais para aumentar a geração de leads

Nós precisamos falar sobre Leads. Sabe por quê? Porque toda estratégia de Marketing Digital eficiente envolve a captação e a nutrição deles. A definição de leads é bem simples. Um lead é uma pessoa que tem, de alguma forma, interesse nos produtos ou serviços da sua empresa. Ou seja, ele é um cliente em potencial. Então, precisamos aprender sobre iscas ou recompensas digitais!

O lead é uma forma de qualificação de um contato. Em geral, é aquele usuário que baixou um conteúdo gratuito no seu site ou página de captura. Em troca deu suas informações de contato, como nome, e-mail e telefone, por exemplo. Ele faz isso na hora de baixar um e-book, uma vídeo aula, infográfico, ou qualquer outro tipo de recompensa digital.

Leads não são aquelas pessoas que visitaram a sua página na internet. Esses são apenas visitantes, que é um estágio anterior. Pode ser que o número de visitantes no seu site seja bem alto. E com certeza uma porcentagem desses visitantes possui interesse nos produtos ou serviços da sua empresa. Mas, se eles forem apenas visitantes, você não terá nenhuma informação sobre eles, serão apenas números.

E, sem possuir informações (especialmente o e-mail), você não conseguirá interagir com esses possíveis clientes potenciais. Ou seja, eles não viram efetivamente leads.

O grande problema de algumas empresas é se preocupar apenas em receber visitantes no seu site. Por isso, milhares de pessoas visitam a sua página todos os meses e você não continua o relacionamento com elas. A informação mais valiosa dessa pessoa é o e-mail. Grandes oportunidades de negócio começam com uma construção de uma lista de potencias interessados. São devidamente armazenados em uma ferramenta de emails, com a qual você irá se relacionar com conteúdos relevantes e atrativos.

Um ciclo de geração de leads começa, exatamente, com uma landing page (página de pouso) bem criada, focada em conversão de visitantes para leads, e com um conteúdo de qualidade e gratuito para captura desses contatos.

Veja uma lista de 4 tipos de conteúdo que funcionam muito bem como isca ou recompensa digital:

1. e-Books

Os e-books, ou livros digitais, viraram febre e continuam crescendo no gostos dos entusiastas da tecnologia. E, por isso, aparecem como uma das opções mais usadas para geração de leads. A vantagem do e-Book é que, com ele, você pode se debruçar em um determinado tema. E explorá-lo em um nível que não seria possível em um  post nas redes sociais ou no seu blog, por exemplo.

Para produzi-lo, uma estratégia que você pode usar é planejar o conteúdo do e-Book utilizando um mapa mental. Nele, você organiza as suas ideias e inspirações antes de começar a escrever. E separa os tópicos a serem abordados e os agrupa em capítulos. Na hora de colocar a “mão na massa”, vai estar tudo mais organizado e esquematizado para você. 

Agora, para pensar o conteúdo do seu e-Book, você precisa mapear as personas do seu negócio. Uma persona é a representação de um cliente ideal da sua empresa. Ou seja, um personagem fictício que reúne as principais características dos seus consumidores. Não só características demográficas, mas, principalmente as dores e sonhos dessa pessoa).

O seu objetivo no e-Book é mostrar a oportunidade, ou seja, mostrar possíveis soluções de como solucionar um problema dele. No e-Book, você está despertando para uma solução que a sua empresa pode oferecer. Por exemplo, sem tentar vender de forma direta, e sim oferecendo conteúdo educativo sobre o tema.

É um formato que funciona muito bem para atrair interessados no seu tipo de conteúdo, produtos ou serviços. Eu mesma já produzi um e-Book como recompensa digital, chamado “Mudar, Reinventar e Empreender”. Ele fala da transição de carreira para o empreendedorismo usando como alavanca o marketing digital.

Você pode baixá-lo gratuitamente nesse link: http://mktminds.co/baixarebookempreendase.

2. Webinários

É um formato também bastante difundido para produção de conteúdo e muito usado, principalmente, em lançamentos de produtos ou serviços digitais. O webinário é uma aula/encontro online e que gera muita proximidade e conexão por ser ao vivo.

Fazer um webinário tem um custo relativamente baixo ou mesmo custo zero: a princípio, você só precisa do seu computador e já é possível realizá-lo através da ferramenta google hangouts, que é gratuita. Se quiser ter um pouco mais de recursos para poder fazer enquetes e colocar botões de vendas durante a apresentação, existem ferramentas que possuem algum custo, mas é relativamente baixo, já que você pode utilizar a ferramenta várias vezes.

Outro ponto interessante é que um webinário pode ser ao vivo ou até mesmo gravado. No caso de ser ao vivo, existe a vantagem de interagir e conectar-se mais com as pessoas na hora, o que gera confiança. Se for fazer vendas durante o webinário, o fato de ser ao vivo costuma ter uma das maiores taxas de conversão em vendas, porque você tem a chance de quebrar as objeções das pessoas ali, na hora. Depois, você utiliza a gravação que estará no seu canal do youtube para fazer uma nova divulgação e continuar atraindo mais leads.

Agora, se você está pensando “não, isso não é pra mim, eu não sei gravar vídeos para a internet” ou “eu não fico bem e não sei falar em frente de uma câmera”, saiba que você não é o único, mas que pode mudar as suas crenças. Essa é apenas mais uma das nossas crenças limitadoras e que precisa ser eliminada se você quiser dar mais esse passo em direção ao seu sucesso.

Sim! Qualquer um de nós pode compartilhar a sua mensagem com o mundo, e começar a fazer webinários é uma ótima forma disso acontecer.

Nesse assunto, eu te recomendo fortemente o curso do Bruno Pinheiro, “Webinars que Vendem”,  onde você vai aprender e ter acesso as melhores técnicas online para a produção de um webinário campeão em vendas. Você vai conhecer os passos do início, partindo da criação da página do Webinar, sobre o que colocar nela, como gerar tráfego para convidar pessoas e o script perfeito de vendas. Essa pode ser a alavanca que você estava precisando para levar o seu negócio para o próximo nível, então, clique AQUI para saber mais.

3. Templates

São, basicamente, modelos prontos para serem usados em qualquer contexto, como planilhas, apresentações ou qualquer coisa que facilite determinado trabalho. Os templates funcionam muito bem para atrair leads de qualidade por conta do seu apelo extremamente prático.

Por isso, esse tipo de material precisa ser auto explicativo ou possuir um conteúdo instrucional. A maioria das empresas constrói uma série de templates para seus próprios processos internos. E esquecem que seus potenciais clientes podem ter as mesmas necessidades. Ao compartilhar ideias criativas que você usa para melhorar o seu dia a dia, você ganha autoridade ajudando outras pessoas. E ainda pode gerar muitos leads.

4. Ferramentas

As ferramentas vão além dos templates, e ajudam seus potenciais clientes a resolverem problemas mais complexos. Que somente um template não resolveria.

Ela pode tanto ser uma parte da sua própria solução como algo totalmente novo. No caso de ser uma parte da sua solução, as ferramentas tem ainda um papel importante. Que é o de avançar o Lead no processo de compra (ciclo de vida do cliente). Pois dão um “gostinho” de como o trabalho seria melhor com a solução completa.

Na nossa página de Donwloads, aqui no blog da Marketing Minds, você tem bons exemplos de ferramentas que disponibilizamos gratuitamente como a Planilha Swot, Pirâmide de Compradores, Esquema de Inbound Marketing, entre outras. Clique AQUI para conhecer e baixar as nossas ferramentas.

Você precisa conhecer as melhores formas de converter seus visitantes em leads, para aumentar os resultados do seu negócio. Se o seu marketing não estiver gerando leads, ou estiver com um custo-por-lead muito alto, então você precisa urgentemente rever a sua estratégia.

As iscas ajudam muito, mas, para maximizar os resultados e aumentar a sua taxa de conversão, é importante pensar em duas coisas:

1) criar boas Landing Pages, que transmitam segurança para o visitante de que os dados não serão utilizados indevidamente, e mostrando que o conteúdo de fato vale a pena;

2) lembrar que não basta gerar os leads, é preciso manter o relacionamento com eles através de conteúdo enviados por e-mail, até que eles estejam prontos para compra.

Comece já a pensar: que dicas você pode dar que ajudariam a resolver problemas na vida dos seus clientes? Aí estará a sua idéia de “isca” digital. Monte a primeira e muitas outras surgirão com o feedback dos seus clientes. Mãos a obra!

Deixe o seu comentário pra gente logo abaixo! Seu feedback é indispensável para que possamos ser úteis em nossos artigos.

QUER MAIS?

Descubra como a estratégia da Autoridade Digital vai te ajudar a aumentar os ganhos financeiros, atrair clientes certos que pagam bem. E ter muito, reconhecimento na sua área de atuação, te transformando em um profissional referência dentro do seu nicho.

Conheça o curso online Alquimia da Autoridade, um treinamento 100% online onde apresento um método eficaz e sustentável, testado e comprovado por mim durante a minha própria trajetória de transição de carreira. Com esse método eu construí uma presença digital sólida e conquistei autoridade na minha área de atuação.

Você irá aprender a gerar e publicar conteúdo que constrói autoridade, a tornar-se um profissional requisitado, atraindo os clientes que pagam mais pelo seu trabalho e construindo uma marca pessoal única.