Tendência Para 2017: Os Micro Influenciadores Vão Dominar a Comunicação

Hoje eu trago a você um insight poderoso para o seu marketing: uma notícia que foi publicada esses dias sobre uma nova tendência que se confirma: os micro influenciadores. Aqui o link da MATÉRIA. É bem curtinha e vale a pena ler.

São pessoas espalhadas pela internet que tem audiências pequenas, de até 1000 seguidores, mas com alto poder de engajar e influenciar essa comunidade. Eles estão longe da fama tradicional, mas tem presença digital forte, gerando conteúdo sobre um tópico escolhido, que pode ser uma paixão, um hobby, um campo de estudo do seu interesse ou conhecimentos que vem da sua experiência profissional ou pessoal.

Fato é que, aquilo que você sabe ou viveu, pode ser de grande ajuda para alguém lá fora que precisa dessas informações. E você pode compartilhar conteúdo de muito valor para essas pessoas de forma ultra segmentada, escolhendo nichos e formando comunidades engajadas em torno de um tema, e com isso se tornar um micro influenciador digital.

Se você for um líder de pensamento dessa comunidade, você gera autoridade automaticamente junto a eles e isso pode SIM gerar muitos negócios, ou parcerias, um novo tipo de trabalho que nem existe, uma nova maneira de monetizar a sua paixão e viver dela. Foi isso que eu comecei fazer há dois anos.

Se você está gerando muito valor para uma comunidade, não há mal nenhum em monetizar isso em algum momento e a própria comunidade vai ter pedir pra vender algo pra ela. Tem muita gente talentosa, com muito conteúdo e experiência, que tem muitas crenças limitantes sobre vender e é isso que as impede de viver do que amam e além de tudo estão privando as pessoas da sua ajuda. Se você tem vergonha de vender, deveria pensar sobre isso. Vender é absolutamente necessário pra sustentar sua missão.

Estou dizendo isso tudo pra incentivar todo mundo que está assistindo a esse movimento todo de pessoas gerando conteúdo na internet, que tem interesse e desejo de pular nesse barco e ter mais realização naquilo que faz, trabalhar com o que ama e ser remunerado por isso.

Mas você tem que começar a construir a sua comunidade e gerar valor pra ela. E monetizar isso será uma consequência que vai demandar um pouco mais de conhecimentos em marketing e vendas através da internet, mas não é nada que você não possa aprender com a prática.

Já existem muitas estratégias conhecidas de como fazer a primeira venda para uma audiência que te segue e pra ensinar um pouco sobre isso eu também gravei esse vídeo. Dê o play abaixo e assista:

Ou seja, se você quiser, esse mundo é pra você também. Só não será se não quiser fazer o trabalho! E olha, nem parece trabalho. Escrever conteúdo pra compartilhar com quem precisa é algo muito prazeroso.

Coloque a mão na massa e escolha um espaço virtual pra começar a compartilhar conteúdos de valor sobre os quais você tenha propriedade pra falar. Pode começar com um Blog, Fanpage, Instagram, grupo fechado do facebook, LinkedIn, Pinterest, um canal do Youtube, enfim, alternativas é que não faltam pra você publicar e interagir. A dica é você começar por onde tem mais facilidade e afinidade.

E o mais importante: ser regular e consistente com o seu conteúdo! E ter paciência, ouvir as pessoas, interagir pra ajustar a sua linguagem e dicas pra aquilo que a sua audiência realmente precisa.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *