21 de dezembro de 2020

Como construir sua marca pessoal, pelos gurus do assunto!

É impossível falar de branding sem citar os dois maiores nomes do tema na atualidade, ao menos na minha opinião. 

Seth Godin e Gary Vee, extremos opostos em comportamentos mas com ideias tão parecidas a respeito do que fazer para mostrar ao mundo quem são e como podem servir seus atuais e futuros clientes. Ou seriam fãs? 

Apaixonados pelo que fazem, eles produzem diariamente conteúdos relevantes para quem deseja ter uma marca pessoal respeitada e, acima de tudo, amada pelo público. 

Caso você nunca tenha ouvido falar deles, tenho o prazer de apresentar um pouco da biografia dos dois e destacar os principais conselhos que eles sempre dão em entrevistas sobre como construir uma marca pessoal forte, com muito borogodó.

Seth Godin é empresário, autor de best-sellers e palestrante. Além de ter um dos blogs sobre negócios mais populares do mundo, ele já escreveu 21 livros. E há décadas motiva e inspira inúmeros empreendedores de diferentes lugares, inclusive eu.

No decorrer de sua carreira, Seth Godin construiu muitas empresas. Aliás, uma delas foi vendida para o Yahoo! E com uma produção consistente e muito robusta, ele é uma das grandes referências do marketing do planeta.

Conselhos de Seth Godin

Seja memorável e crie uma tribo apaixonada por você

Em seu TED Talk, Seth Godin argumenta que a internet acabou com o marketing de massa e ressuscitou as tribos. Aliás, ele tem um livro inteirinho que só fala sobre isso, chamado Tribe, no qual define uma tribo como “um grupo de pessoas conectadas umas às outras, a um líder e a uma ideia”.

No fim das contas, acredito que isso é o que já estamos fazendo em nossos negócios, não é mesmo? Os clientes chegam até nós porque estão em busca de mudanças com propósito, alinhadas aos valores que eles já têm e que se conectam com os nossos. E isso pode até mesmo virar um movimento. 

Eu por exemplo, criei um movimento nas minhas redes, o “vergonha não paga conta”, que não imaginava o quanto se espalharia e ajudaria milhares de pessoas a impulsionarem seus negócios. Também não podia calcular o quanto fortaleceria a conexão com a minha “tribo”, mas foi o que aconteceu. 

Depois de uns bons dois anos repetindo esse mantra, tenho orgulho de ver que empreendedoras de todos os cantos do país estão perdendo a vergonha de usar redes sociais para se comunicarem, gerarem conteúdo e promoverem seus negócios com uma nova atitude, motivada por esse movimento, que muda a mentalidade e gera resultados.

Em suas palestras, Seth Godin gosta de dar o exemplo do empreendedor Blake Mycoskie, da marca de sapatos Toms, que teve uma ideia muito simples: a cada vez que alguém compra um par de sapatos, a empresa dele doa um exatamente igual a outra pessoa que não pode pagar pelo produto. E essa história conecta pessoas e atrai milhares de outros clientes nessa corrente do bem. Além de conectar pessoas e criar uma tribo de fãs, essa causa gera impacto social, que é um desejo genuíno  de muitos empreendedores, cada vez mais.

Seth Godin defende que você não precisa de permissão das pessoas para liderá-las porque elas estão à espera do caminho a seguir. Segundo Seth, os líderes possuem três características comuns: eles desafiam o que está sendo feito atualmente, constroem uma cultura e têm curiosidade. Curiosidade sobre as pessoas que estão na tribo e sobre os forasteiros. Por isso, estão o tempo todo fazendo perguntas, para descobrir novos pontos de conexão. 

E líderes, acima de tudo, preocupam-se com a sua marca pessoal, com aquilo que querem deixar no mundo. Seu nome e reputação, a história que querem deixar como legado, passam a ser uma grande prioridade. 

Entre em ação

Seth Godin acredita que entrar em campo faz a gente produzir cada vez mais. E que a partir do momento em que você se expõe, novas oportunidades aparecem, sua reputação cresce e outras pessoas ou marcas podem querer se associar a você.

Para ele, o que a gente precisa fazer é tomar as rédeas do nosso negócio e simplesmente fazer o que decidirmos fazer. Todos os dias! E o melhor plano a seguir é abastecer o Google com uma longa cauda de coisas boas. Podemos chamar isso de rastro digital, ou seja, quando alguém procurar o seu nome no google, o que essa pessoa vai encontrar?

E eu não poderia concordar mais com ele, porque é quando a gente parte pra ação que começamos a medir resultados, colher feedbacks e ir fazendo ajustes de acordo com o que os nossos possíveis clientes precisam e com a imagem que queremos construir para nós mesmos e para o mundo. Lembrem-se sempre de que os dois movimentos são importantes, de fora pra dentro e de dentro pra fora.

Faça parcerias

Seth Godin defende que uma das melhores maneiras de encontrar pessoas é dedicar várias horas por semanas servindo e prestando pequenas ajudas que podem gerar muito valor para elas, por exemplo, encaminhar uma notícia a alguém ou uma mensagem de e-mail relevante ou indicar um negócio para outra empresa ou colega, por exemplo. 

Assim você vai se aproximar das pessoas por meio das conexões que gera. E elas, por reciprocidade e confiança, podem te ajudar a chegar onde você deseja.

O ponto aqui é sempre, sempre entregar valor primeiro na hora de fazer networking para depois pensar em pedir alguma coisa. E eu vejo muito empreendedor fazendo exatamente o contrário.

Persista 

Seth Godin defende que os empreendedores sejam incansavelmente persistentes. Para ele, o verdadeiro sucesso é a persistência. E olha que ele realmente faz isso na própria vida. Em seu blog, o expert tem mais de 7000 posts publicados e continua a escrever nele religiosamente todos os dias. 

Vamos combinar que nessa altura do campeonato ele não precisaria mais fazer isso, mas a vontade dele de deixar um legado é mais forte do que a vontade de descansar. 

Gary Vee

Gary Vaynerchuk tem uma carreira notável como empresário. Ele é um multimilionário que sabe ganhar dinheiro e compartilha seu conhecimento e experiência nas redes sociais, em todas elas! Gary Vee se tornou um mestre na produção de conteúdos de fácil consumo, digamos assim, e altamente envolvente e inspirador. 

Para você ter uma ideia dos números dele, Gary Vee tem quase 3 milhões de assinantes no Youtube e mais de 2 milhões de seguidores no Twitter (em dezembro de 2020). Ele escreveu os livros mais vendidos do New York Times e tem um podcast excepcional. 

Com tanta experiência e sucesso no assunto, nada mais natural do que fornecer serviços de mídias sociais e estratégia para empresas, não é mesmo? Assim nasceu a VanyerMedia, a agência digital focada em mídia social co-fundada com seu irmão que agora fatura mais de $ 200 milhões em vendas anualmente. Dentre os clientes mundialmente famosos estão Unilever, TikTok, Pepsico e até o Unicef.

Conselhos de Gary Vee

Seja você mesmo e mostre quem você é

Gary Vee defende que a marca pessoal é a sua reputação. E sua reputação perpétua é a base de sua carreira. Mas afinal, o que ele quer dizer exatamente com isso? Que o trabalho de gestão de marca pessoal só tem data de início, e que é preciso jogar a longo prazo. Muita gente entra pro mundo digital com o mindset de vender, vender e vender. Só que as melhores empresas do mundo não vendem, elas fazem branding, diz Gary.

Gary também sempre deixa claro que nós devemos reforçar o nosso lifestyle e os nossos valores nas redes sociais, sem esconder as nossas múltiplas personalidades. 

Ou seja, os negócios, a família, os amigos, valores, gostos, preferências e vários elementos da vida real dos donos de negócios precisam aparecer nos conteúdos porque as redes sociais tornaram tudo muito transparente. 

É aquela velha história de que pessoas se conectam com pessoas, né?  E os nossos seguidores, alunos e clientes adoram saber mais sobre o CPF por trás do CNPJ.  E aí, em vez de vender constantemente como as empresas costumavam fazer, inclusive nas redes sociais, o que a gente deve fazer é criar conteúdo útil, educativo e divertido e usá-lo para obter vendas como uma consequência natural. Vender é inevitável quando seu conteúdo é excelente e estratégico ao mesmo tempo. 

Eu ouço muito das minhas seguidoras que elas têm medo de postar lados diferentes de sua vida e personalidade, achando que essas postagens não terão tanto envolvimento. 

Uma das minhas alunas do curso Arrase na Marca Pessoal, a Elaine Menezes, conversou comigo recentemente em um episódio do meu podcast Arrase no Digital, sobre a experiência dela de colocar pitadas da vida pessoal no Instagram, depois de ter estudado a metodologia do curso. Ela tinha esse mesmo medo e se surpreendeu com o aumento do engajamento nas suas redes, dentro daquilo que era o seu limite de exposição. Ela comenta exemplos do que vem fazendo na entrevista do podcast e como isso fez diferença na conexão com as pessoas. Vale a pena ouvir aqui.

Então eu te desafio: experimente postar uma foto pessoal, de uma viagem ou fazendo algo que você goste muito no seu Instagram, contextualizando isso na sua profissão ou negócio, agregando alguma lição ou dica útil, e depois me conte o que aconteceu.

Mostrar diferentes aspectos de sua personalidade fará com que as pessoas que se identificam invistam mais tempo em te acompanhar na sua jornada, enquanto você compartilha conhecimento. Isso revela ao seu público quem você é de verdade, com mais vulnerabilidade, autenticidade e proximidade. Mesmo que várias pessoas parem de segui-la ou parem de se envolver com essas publicações, as pessoas que realmente vão querer ter uma relação mais estreita com você se sentirão parte da sua vida.

E essa é uma das chaves para posicionar sua marca, diferenciando você de todas as outras pessoas em seu mercado.

Documente e distribua conteúdo

Gary Vee é uma verdadeira máquina de produzir conteúdos. Alguns programas que fazem parte do pilar de conteúdos da marca que construiu são: DailyVee (um vlog), AskGaryVee (um programa de perguntas e respostas de negócios), PodSessions (um podcast show em grupo onde conversa com vários convidados), reuniões de influenciadores (reuniões com rappers, influenciadores do Instagram e empreendedores) palestras, entrevistas e bate-papos.

Mas como será que ele produz tanta coisa assim? É claro que ele tem uma equipe que faz boa parte do trabalho por ele, mas Gary já declarou em diversas entrevistas que ele é um grande fã de “documentar” a vida em vez de “criar” novos conteúdos. 

Para ele, se você apenas documentar seus pensamentos ou sua jornada, não terá que gastar muito tempo com seu conteúdo. E como a “qualidade” é subjetiva, muitos de vocês ainda atraíriam o interesse das pessoas apenas pelo que têm a dizer.

Mas se a cara ou a voz dele está em absolutamente em todas as redes todos os dias, na prática, o que ele faz? Ele grava as conversas que têm, as palestras que dá, os podcasts, enfim, os conteúdos de muito valor e entrega na mão da equipe para que o time transforme todos esses grandes materiais e pílulas de conteúdos, como vídeo nuggets, imagens com citações, GIFs, posts de blog.

Ou seja, tem muita gente que senta, assiste, ouve e transcreve tudo isso para decidir o que será derivado a partir dos materiais brutos produzidos pelo Gary Vee. Produzidos não, documentados.

Seja um expert no seu assunto, não em todos

Gary acredita que o primeiro passo para construir uma marca pessoal é estar ciente do que você tem a acrescentar à conversa. Isso significa que você tem que entender o que faz e as coisas sobre as quais deseja falar, dentro da sua área de atuação. Ou seja, fale sobre o que você sabe, e se você ainda não é um especialista, documente o seu processo, a sua jornada rumo a se tornar quem você quer ser e compartilhe com as pessoas. Ele mesmo já provou com os números que atingiu que essa estratégia de documentar e derivar conteúdo dá muito certo, né? 

E aqui vem o pulo do gato: ele faz isso com muito borogodó, com um magnetismo pessoal único, que tem quem goste e quem não goste. É muito intenso, e é muito ele próprio. Mas isso faz dele alguém notável e único, incopiável eu diria, apesar de vermos muitos empreendedores no Brasil e lá fora tentando copiar seus trejeitos, seus posts, vídeos, e até mesmo a sua assinatura nos materiais gráficos. 

A gente bate o olho em vários perfis dos empreendedores nas redes e percebemos logo: cópia de Gary! Mas não tem jeito, quando a pessoa constrói uma marca forte na internet como o Gary Vee, sabe-se logo quem é a cópia e quem é o original. 

É um desperdício tentar ser Gary Vee. Assim como não existem dois Seth Godins, que também tem uma presença super original, apesar de oposta ao Gary. 

Inspire-se em quem te inspira, mas seja você. Com o seu próprio borogodó você vai conseguir se destacar. Não desista de encontrá-lo em você!

E aí? Se animou com o trabalho de marca pessoal e quer usá-lo para impulsionar seus negócios?

Então você tem que participar da Semana do Marketing Digital com Borogodó! De 1 a 8 de fevereiro, às 8h da manhã, todos os dias, um encontro comigo. Faça a sua inscrição neste link.

compartilhe:
Caroline Caracas
Caroline Caracas

outras postagens

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

You have Successfully Subscribed!

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Cadastre-se para receber atualizações por e-mail

Adicione uma mensagem descritiva dizendo o que seu visitante pode esperar aqui.

Marketing por

Sucesso