13 de janeiro de 2021

Marketing Pessoal é saber se vender?

Esses dias estava preparando um conteúdo sobre esse tema e lembrei de uma conversa que tive com uma seguidora há tempos atrás que foi mais ou menos assim:

Carol, adoro o seu trabalho. Quais são os seus cursos?

Na época respondi que tinha um curso de instagram, um grupo de mentoria mensal para mulheres empreendedoras, e que estava lançando um novo curso de marca pessoal, ou branding pessoal, como quiser chamar (tem quem prefira o segundo termo que tá mais na crista da onda, mas é a mesma coisa aqui no meu dicionário ok?) 

Imediatamente essa pessoa falou: “Ahh! Eu deveria ter pensado mais no meu marketing pessoal no último emprego que passei. Nunca soube me vender. Pessoas menos preparadas do que eu se deram melhor por isso. 

Deixa eu pegar esse gancho e explicar uma coisa…

É muito normal que quando eu falo em marca pessoal as pessoas pensem imediatamente em marketing pessoal, em “saber se vender”, porque está mais no senso comum essa palavra “marketing pessoal”. 

Ela é mais antiga no vocabulário profissional aqui no Brasil, e tá tudo bem, porque é como as pessoas pensam, é o que tá na cabeça delas em um primeiro momento. E associar com saber se vender também não tem mal nenhum, porque todos nós precisamos disso. A grande questão é que a forma de “se vender” mudou muito ao longo do tempo, mas daqui a pouco falaremos disso. 

Voltando ao termo, pela resposta da minha seguidora, é por isso que em algumas ocasiões é mais fácil eu falar que é um curso de marketing pessoal, pois essa ideia tá mais no senso comum, nos anseios das pessoas, apesar do curso não ser só isso. Porque não é só isso? Porque antes das estratégias de marketing pessoal deve vir a definição da sua marca pessoal. Ela precede uma estratégia eficaz de marketing pessoal. Essas coisas precisam andar coladas. 

É impossível desenvolver boas ações de marketing pessoal, que são táticas, se antes você não tiver muita clareza da marca que quer projetar. O trabalho de branding pessoal pressupõe um profundo autoconhecimento, captação de feedbacks e na sequência um trabalho de alinhamento da marca que vai ser projetada baseada nessas duas coisas, de forma muito autêntica, com a sua real identidade pessoal e profissional. 

Logo depois é que entra o conjunto de ações que vão efetivamente levar essa marca ao mercado, ao encontro do cliente, que são do escopo do marketing pessoal: a produção de conteúdo, a imagem e estilo pessoal, as ações de networking e a pitada de Life style que conecta com os clientes ideais. Tudo isso bem orquestrado de forma coerente é que vai construir o ativo chamado marca pessoal na mente das pessoas.

No mundo de hoje, de redes sociais, de conexões entre as pessoas, a marca pessoal virou ativo e cria valor para o seu negócio. Exemplos no mundo é o que não faltam, mas não precisamos ir muito longe de casa: quanto valeria a marca Magazine Luiza sem a força da marca chamada Luiza Helena Trajano? Só pensa nisso. 

No fritar dos ovos, o que quero reforçar com você é que saber projetar as suas duas facetas, pessoal e profissional, é o que vai fazer de você uma peça única no seu mercado e mais atraente aos olhos do cliente que se identifica com você ou aspira estar com você, baseado nos atributos que você está passando na sua imagem. 

Colocar a sua personalidade pra jogo de maneira deliberada, também é uma forma de se diferenciar dos seus concorrentes.

Pra não ficar dúvida: a sua marca pessoal é aquilo que pensam e falam sobre você, não só no consciente, mas no inconsciente também. É um jogo de percepção que vai muito além do racional. Pelo contrário, a relação com as marcas é muito mais emocional. Você escolhe, se fideliza, indica, paga mais caro, e às vezes fica até cega para ver outras opções no mercado. Quando você gama, não tem pra ninguém. 

O que venho chamando de borogodó é o seu magnetismo pessoal, a marca que você imprime no mercado, e que te faz ganhar a preferência naquele tipo cliente que você deseja atrair. Quanto mais você alinhar a sua marca, mais você vai conseguir escolher os clientes com quem quer trabalhar e que ama ajudar, e eles por sua vez vão amar te pagar bem. É um encontro de pessoas que se valorizam mutuamente e isso gera 3 coisas: reconhecimento profissional, satisfação pessoal, e recompensa financeira que é muito importante!!

Fica aqui um último alerta para os que captarem a mensagem: 

Se você é um profissional que se qualifica, mas não trabalha assertivamente a sua marca, a sua “fama na praça”, você não vai colher financeiramente o que acha que merece. E infelizmente vai se frustrar…

Marca faz por um profissional o que faz por um produto: faz o profissional valer mais. 

E voltando à pergunta do início, marketing pessoal é saber se vender? Sim e não. Se você for um “profissional de marca”, não vai precisar ficar fazendo autopromoção para se vender. São as pessoas que vão querer te comprar. 

Por mais borogodó no seu 2021!

compartilhe:
Caroline Caracas
Caroline Caracas

outras postagens

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

You have Successfully Subscribed!

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Sucesso

Você está quase lá! Digite suas informações abaixo:

Cadastre-se para receber atualizações por e-mail

Adicione uma mensagem descritiva dizendo o que seu visitante pode esperar aqui.

Marketing por

Sucesso